Ancoradouro

O escândalo Universal

Repercute na imprensa nacional e internacional o caso da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). Edir Macedo juntamente com nove companheiros tornaram-se réus de uma série de acusações de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

A igreja que tem como tema central o discurso da teologia da prosperidade terá que se explicar perante a justiça e diante de milhares de seguidores. Nessa insituição a palavra de Deus é comercializada livremente e se prega que recebe mais bênçãos de Deus quem mais dar seus bens nos templos espalhados em 172 países.

A Universal tem planos audaciosos. Política e meios de comunicação são as ferramentas utilizadas para empreenderem seus projetos. A única preocupação de Macedo e seu séquito é arrecadar dinheiro, ao que parece ,e não importa como.

A igreja não possui uma doutrina moral consistente, vale tudo! o importante é estar ligado ao templo e participar das inúmeras campanhas de arrecadação de dinheiro. Já vi gente da  minha família, membro da IURD, cortar e vender os próprios cabelos para a igreja, um absurdo.

Outros, ainda jovens catam papelões com o mesmo objetivo e no período eleitoreiro a membresia da igreja torna-se cabo eleitoral de candidatos. Mão de obra boa e barata, páreo do mercado chinês. Todas a lodaça recebe uma fundamentação bíblica, claro, deturpada.

Edir Macedo é um líder que deseja a todo custo aglomerar mais pessoas no seu seguimento. Em culto nas Filipinas distribui às pessoas que estavam reunidas camisinhas. Isso é registrado em seu livro (biografia / “O Bispo: A História Revelada de Edir Macedo). Macedo ainda revela a pretensão de construir um templo faraônico em São Paulo. No Brasil a IURD posiciona-se a favor do aborto, modo de atrair os católicos pouco esclarecidos.

A evangelização, o anúncio de Nosso Senhor Jesus Cristo é algo inexistente nessa igreja ou feito de modo descaracterizado. Pois uma igreja que possui uma rede de TV aberta, como a Record, com diversas afiliadas e deixa o espaço reservado para o anúncio da Palavra de Deus em suas madrugadas é no mínimo questionável. Outra é que a programação da TV não difere em nada dos outros canais, é estritamente comercial e apelativa.

As pessoas chegam à Universal atraídos por promessas que nunca poderão ser cumpridas. A epígrafe dos templos de Macedo é o mentiroso imperativo “pare de sofrer”! A igreja, filosofia ou corrente de auta ajuda que tenha por base essa afirmação não deve ser levada a sério.

Existe um suposto remédio para cada coisa. Para os pequenos empreendedores a IURD investire na Corrente dos empresários, geralmente realizada nas segundas-feiras. Boa parte dos pequenos comerciantes, feirantes e camelôs do centro de Fortaleza já participaram do encontro.

Para aqueles que estão com problemas na área amorosa o produto é  a terapia do amor. Já parei para ouvir um programa dessa terapia e não difere em nada dos programas seculares, deste gênereo. O máximo que fazem é por um verniz cristão.

Os superticiosos e frequentadores de seitas afrodescendentes encontram na sessão do descarrego um culto similar, um produto genérico do que costumam fraquentar. Aliás, genérico, plágio são adjetivos perfeitamente empregáveis à IURD, cujo o próprio nome, Universal, quer dizer católico.

E poderíamos nos perguntar, diante de tanto escândalo por que as pessoas ainda permanecem num lugar como esse? Não existe uma resposta plausível para a quastão, mas fica a esperança que muitas destas  pessoas abram os olhos, deixem de ser ingênuas espiritiual e humanamente.

Diante das acusações Macedo e companhia fazem o discurso da perseguição religiosa, fundamentam-se na Palavra de Deus gerando uma confusão ainda maior para quem não tem opinião formada e por mercê de seu sofrimento foi bater em uma porta da Universal.

Sobre o episódio em  voga, o criador (domínio do twitter que se intitula de Deus) afirmou com muita propriedade, “Edir Macedo confundiu querer muito bem aos fiéis com querer muito os bens dos fiéis”, magistral.

E você, o que acha disso tudo? É novidade o estouro desse  escândalo? Deixe aqui seu comentário.

Recomendado para você