Ancoradouro

O Rei está nu

Conta a lenda que dois espertalhões resolveram enganar o seu Rei passando-se por experientes alfaiates.  A dupla apresentou ao monarca sua nova descoberta, um tecido invisível que só se tornava visto aos olhos dos inteligentes.

 O Rei arrogando-se de grande sábio encomendou aos dois um traje real. Ludibriado, sua majestade retirou da sala do tesouro significativa quantia para pagar os novos trajes que vestiria pela primeira vez na ocasião de seu aniversário. Todos os aldeões foram convocados para o grande dia e o Rei, enfim, saberia, pensou ele, quem seriam os inteligentes de seu reino.

O clima primaveril, o pátio do castelo lotado de aldeões e o som de festa davam ao dia um toque especial. No meio da manhã o corneteiro preside a marcha real com seu inconfundível toque. Entram os duques, condes, conselheiros e todos os nobres e, ao final, o mais esperado, Sua majestade. Ao descer da carruagem é ovacionado com exclamações e murmúrios, “Oh! Como são belas as vestes do Rei”.

Um garotinho vencendo a multidão consegue chegar à frente e ver o monarca. A criança não se contém em si de pasmo. Aponta para aquela silhueta gorda que está diante de si e grita risonho, “gente, o Rei está nu”.

A coragem e simplicidade deste garotinho precisamos ter para guarnecer nossa conduta ante as situações que se nos apresentam revestida de aparente nobreza e não passam de nudez de valores e princípios.

O Rei está nu!

O governo brasileiro através do ministério da saúde já começou a distribuir camisinhas para crianças de doze anos, em máquinas, como aquelas de refrigerantes, em colégios. Descrevem a iniciativa como meio de educação sexual. Não é. O Rei está nu! Tal prática incita à prática desregrada da sexualidade restringindo-a apenas à genitalidade. E as conseqüências disso são as piores possíveis.

A guerra contra os fetos anencéfalos foi declarada em agosto do ano passado. Alega-se que estes fetos são natimortos (mortos cerebrais). Isso não é verdade. O Rei está nu! Os fetos anencéfalos, embora não sejam dotados de cérebro e cerebelo possui o tronco cerebral, parte constituinte do encéfalo que permite entre ações vitais as batidas cardíacas.

O Rei está nu!

No Brasil os ovos de tartarugas são resguardados por lei, assim se reza: Art. 29. Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida:

Pena – detenção de seis meses a um ano, e multa.

§ 1º Incorre nas mesmas penas: (…)

III – quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, bem como produtos e objetos dela oriundos, provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente.

Enquanto a destruição de embriões humanos foi liberada, pois só assim consegue-se a manipulação científica com as CTEs: Art. 5° É permitida, para fins de pesquisa e terapia, a utilização de células-tronco embrionárias obtidas de embriões humanos produzidos por fertilização in vitro e não utilizados no respectivo procedimento.

O Rei está nu!

As novelas funcionam como uma espécie de educadora de contra valores. De modo enfático, repetido e saturado lança de primeira mão aos seus milhões de telespectadores temas polêmicos numa linguagem maquiada e aparentemente inofensiva, normal e aceitável. Aparentemente.

Poderíamos citar a pornografia que cresce e invade os horários da programação de TV, as peças publicitárias e diversas publicações. Cegos pelo desejo de poder e fama homens e mulheres despem-se a troco de muito pouco, de tudo.

O Rei está nu!

Temos a grave missão de testemunhar que existe outra realidade, que é possível mudar. É possível optar pelos valores consistentes e estes não são coisas do passado. Trata-se de colunas e se ruírem, com elas despencam a sociedade.

Edificar  a civilização do amor passa por nossas mãos e por nossa intervenção onde estivermos, de acordo com a missão  e responsabilidade que nos foi confiada. Aqui a omissão torna-se um gravíssimo pecado. Com aquele garotinho, de um reino muito distante, tenhamos coragem de dizer para as realidades que estão bem próximo de nós: o Rei está nu.

Recomendado para você