Ancoradouro

Divórcio on-line

A  senadora Patrícia Saboya (PDT-CE) apresentou projeto de Lei no senado que possibilita divórcio consensual on-line. O projeto conforme noticiado pela Folha On-line dispensa inclusive a obrigatoriedade de audiência. O requisito é que o casal não tenha filhos menores ou incapazes sob tutela.

Mais uma bala de canhão atirada a queimar roupa na instituição casamento. Cada vez mais similarizado com um produto as pessoas podem agora casar-se pela manhã e se não gostar doproduto adquirido é só entrar com um requerimento on-line de divórcio (caso seja aprovado o PL) e pronto, em breve, muito breve  o casal está separado.

Fico a indagar-me qual senador poderia criar um projeto de lei que procurasse fortificar o casamento criando juntas especializadas de acompanhamento e aconselhamento a casais em crise. Sonho. Delírio. Tudo isso unido a um pouco de esperança.

Caso o projeto de lei seja aprovado teremos o modelo dos casamentos de novela na realidade. Grandes festas que terminam no primeiro desentimento. É uma pena o relacionamento entre casais ser cada vez mais banalizados. Tudo resultado dessa ditadura do relativismo que apresenta o homem em si como a medida de todas as coisas.

Somente o amor compreendido no sentido de doação irrestrita é que pode remediar e restaurar as famílias que por pouco ou nada entregam-se à desventura da separação.

Recomendado para você