Ancoradouro

A morte

Seria mais uma manhã de trabalho, normal, não fosse o fato de antes, ter que acordar mais cedo para me fazer presente em um velório. O falecido é um conhecido de infância, filho de meus padrinhos. Mais uma vítima do trânsito, menos um jovem em nossa sociedade.

Comoção, condolências,reencontros. Cenas típicas de um velório. Dor incomparável para quem perde e está mais próximo, pais, irmãos, esposa, amigos.

Diante da  morte, seja ela qual for sempre surge uma interpelação. Comigo é assim: Instaura-se de imediato um inquérito, como um daqueles de final de ano que sua consciência lhe interroga e lhe pede uma resposta.

A morte nos desnuda e nos mostra toda nossa finitude. É uma excelente ocasião para procurarmos uma mudança de atitude e rever o que não está de acordo com o Amor. Para o cristão a morte não é um evento vazio, mas traz em si uma potência de transformação capaz de gerar vida nova.

Recomendado para você