Ancoradouro

Pe. Reginaldo Manzotti Não Cobra Bilheteria e Não Recebe Cachê

Ontem em entrevista ao programa Primeiro Plano, da TV Jangadeiro Pe. Reginaldo Manzotti concedeu entrevista ao jornalista Chagas Vieira. o sacerdote demonstrou seu carinho ao povo cearense ao afirmar que deseja apadrinhar o ICC (Insituto do câncer de Fortaleza).

Sobre os recursos financeiros Pe. Reginaldo asseverou que todos os direitos de imagem, autoria de canções foram cedidas à Obra missionária Evangelizar é preciso. Explicitou que no seu contrato com a gravadora Som Livre inseriu três cláusulas.

A primeira reza que ele não seja tratado como artista, a segunda impede a cobrança de bilheteria em suas apresentações, “no máximo 1kg de alimento para alguma instituição”, disse o religioso. A terceira cláusula afere que não se pague cachê ao sacerdote.

O programa Evangelizar é preciso é retransmitindo por 500 emissoras de rádio no território nacional , “isso me trouxe uma grande alegria”, disse o padre fazendo contraponto à sua maior dificuldade de ministério, quando foi transferido de uma paróquia pobre para uma de classe média alta e os paroquianos não aceitaram seu jeito de ser e excluiam os pobres de sua antiga igreja.

Pe. Reginaldo deu ênfase à necessidade de seu engajamento em uma paróquia. Nela o padre se abastece para ao longo dos outros dias comunicar as graças recebidas. Reafirmou sua identidade de sacerdote, “Sou padre, não sou artista”, disse.

Recomendado para você