Ancoradouro

Conheça Famosos que se Converteram à Fé Católica

A história da Igreja Católica é marcada pela história de conversão de homens e mulheres que ao fazerem uma autêntica experiência com a pessoa de Jesus Cristo mudam radicalmente suas vidas. Tornam-se testemunhas do amor de Deus em sua multifacetada ação. O ANCORADOURO selecionou alguns desses testemunhos e os apresenta para nos renovar na fé.

1.

Batista Lima (cantor)

Forrozeiro, vocalista de uma banda dentre as mais conhecidas do Ceará, a Limão com Mel. Quem nos conta seu testemunho é o próprio cantor, em show gravado em DVD.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=IO-2CYX_dEc&feature=PlayList&p=B698BE10E5B6C856&playnext=1&playnext_from=PL&index=47[/youtube]

2.

Eduardo Verástegui (ator)

Por Claudia Soberón (www.zenit.org) «Eu percebi que estava vazio», conta o famoso ator e produtor Eduardo Verástegui, que teve uma forte conversão ao catolicismo depois da rodagem de um filme em Hollywood.

O jovem Verástegui, originário de Xicoténcatl, pequena cidade ao norte do México, no estado de Tamaulipas, vive há sete anos em Los Angeles, Califórnia.

Verástegui é ator do filme «Bella», um filme a favor da vida, ganhador do Festival de Cinema de Toronto como melhor filme e do prêmio latino «Smithsonian Latino Center», selecionado em vários festivais de cinema de prestígio na América e na Europa.

Nesta entrevista concedida à Zenit em Roma, ele quis revelar o fato que mudou sua vida.

-Como foi sua conversão?

-Verástegui: Depois de 10 anos de carreira, percebi que me faltava algo, mas não sabia o quê; eu me sentia em um labirinto sem saída, querendo usar a saída mas não sabia onde estava, eu me sentia vazio.

Muitas vezes a sociedade nos diz que se não chegamos ao cume da montanha e não somos alguém e não temos reconhecimento e êxito, então somos uns fracassados.

O que eu pensava que me faria feliz e que me daria paz e me faria ser um homem completo e pleno tornou-se uma mentira; eu estava seguindo uma mentira.

Trailer de A Bela

 [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=2d_8IjHYQ6U&feature=related[/youtube]

E daí nasce este desejo e esta convicção de fazer um cinema diferente que apague a imagem negativa dos latinos que Hollywood se empenhou em perpetuar desde os anos 40 até o dia de hoje; e fiz uma promessa a Deus de que jamais voltaria a trabalhar em nenhum projeto que ofendesse minha fé, minha família ou minha comunidade latina.

-Como nasce sua produtora «Metanoia Films» ?

-Verástegui: Nasce da idéia de produzir filmes que tenham o potencial não somente de entreter as pessoas, mas de fazer uma diferença em nossa sociedade, elevando, curando e respeitando a dignidade do ser humano. Filmes que toquem o coração da audiência e que elevem o intelecto da audiência para o bom, o belo e o verdadeiro, o excelente.

Eu chamei de Metanoia Films a companhia que formei com alguns amigos porque foi o que eu experimentei, uma metanoia. A palavra metanoia em grego significa conversão.

-Como isso afeta seu processo de conversão?

-Verástegui: Em algum momento me passou pela cabeça sair de Hollywood, ir como missionário, dois anos na floresta, na Amazônia, para ajudar os pobres, para trabalhar como missionário, para discernir e ver o que queria Deus de mim, da minha vida, e para limpar este pó que trazia minha alma de tantos anos de viver uma vida mundana.

Assim, que vendi tudo e, antes de ir para a floresta, um sacerdote muito amigo, o Pe. Juan Rivas, aconselhou-me a não ir porque Deus me pedia que estes dois anos que eu queria oferecer como missionário na Amazônia, que os oferecesse em Hollywood, porque ele me dizia que Hollywood também era uma selva.

 Ele me disse: você tem de ficar aqui, aqui onde Deus o tocou, aqui onde Deus lhe abriu os olhos e não você não está sozinho, porque Deus mais um é um exército, e Hollywood não pertence aos estúdios, pertence a Deus; e temos de recuperá-la e você deve ficar aqui. Eu obedeci, fiquei em Hollywood e alguns anos depois formamos esta produtora, Metanoia Films. E o primeiro fruto desse compromisso e dessa promessa que se fez se chama: Bella.

-Que papel Maria tem em sua vida pessoal e profissional?

-Verástegui: Não há palavras para descrever a grandeza da Virgem Maria; é minha mãe, é a mulher mais bela, é minha moreninha, minha guia: minha mãe.

Confira o site da produtora Metanoia clicando aqui.

3.

Myrian Rios (Atriz)

Mineira, ex-atriz Global, conhecida nacionalmente por seu relacionamento de 12 anos com Roberto Carlos e seu talento de atuação. Hoje é membro compromissado da Comunidade Canção Nova. Acompanhe depoimento da atriz.

Eu comecei minha carreira com 16 anos e nunca havia pensado em ser artista e a primeira coisa em que me preocupava era quanto eu ia ganhar. Minha meta era ganhar dinheiro, era ficar conhecida e embora minha família fosse católica, eu segui por estes caminhos.

Eu passei dos meus limites, aceitei assinar um contrato com uma grande emissora e queria ficar famosa e ganhar muito dinheiro, fiz algumas fotos sensuais com a finalidade de ter mais dinheiro para pagar minhas contas. Eu pensava comigo que aquela oportunidade havia caído do céu, mas na verdade não caiu do céu, veio foi do inferno! Eu me lembro que cheguei no estúdio para fazer este trabalho constrangedor e estava com muita vergonha, mas precisava estar ali para pagar minhas contas.

Mas Deus às vezes nos permite “enfiar o pé na lama” para que possamos provar de que na verdade Ele quer nos dar uma vida de paz e prosperidade. Os trabalhos que convidaram para que eu fizesse falavam sobre adultério, sobre roubo, sobre passar as pessoas para trás. Lembro que na época em que começou a AIDS, eu tive que fazer um pedido para um diretor meu de não me filmar numa cena beijando um colega de trabalho que era homossexual e tinha AIDS, pois eu tinha medo de pegar AIDS dele, porém depois fui perceber que eu não tinha que me preocupar se eu ia pegar AIDS ou não, mas sim me preocupar com aquela pessoa que tinha se desviado em seus caminhos e tentar ajudá-la de alguma forma.

Alguns pensam que eu fiquei louca, porém eu não ligo, pois sei que meu lugar é o céu. Há cinco anos que estou na Canção Nova e comecei prestando serviços e hoje sou da Comunidade como aliança. Eu chamava uns amigos meus nos programas e eles achavam estranho, falavam que havia alguma coisa diferente, pois nas emissoras seculares nas gravações ouvíamos xingamentos, gritos e aqui todos os tratavam muito bem.

No dia em que eu marquei com o Eto para me colocar a disposição da Canção Nova, eu cheguei e falei: “estou aqui, eu sou atriz, eu falo Inglês e estou disposição para fazer qualquer coisa aqui como voluntária”. Se você abre o seu coração com docilidade, com obediência, com docilidade, Deus agirá em você, agora se você disser, “eu quero ser um artista de Deus”, mas continuar fumando maconha, vivendo um namoro no pecado, você não será ajudado por Deus.

Uma vez eu estava no aeroporto via uns irmãos muçulmanos e em um determinado momento eles faziam as orações deles, e não se envergonhavam, nós também não devemos nos envergonhar, devemos ser católicos que fazem a diferença. Numa semi-final de futebol vi o goleiro de um dos times rezando o terço e ao final da partida depois de uma série de pênaltis o time saiu vencedor, eu vibrei pois vi que aquele rapaz rezava o terço antes das cobranças de pênalti e Maria intercedeu por aquele time, se aquele goleiro rezava o terço para todos verem, porque nós temos vergonha de rezar o terço onde trabalhamos, no lugar em que tivermos.

Se você se coloca inteiro nas mãos de Deus, Ele terá como agir e é maravilhoso experimentar a providência de Deus, não busque salários. Eu não sei hoje o que falta a você para se entregar ao Senhor de maneira plena, 100%, mas peça ao Senhor a graça de ser inteiro Dele.

4.

Charlene Cothran (Ex-ativista lésbica)

Considerada como uma das mais famosas e bem-sucedidas lésbicas de cor nos Estados Unidos, Charlene Cothran surpreendeu a sua audiência com sua última edição de “Vênus”, cuja história principal anuncia: ” Redimida! 10 maneiras de deixar ‘a vida‘ (homossexual) se querem sair dela”.

No artigo, a editora revela que a conversação com um pastor evangélico, que insistiu sem cansaço a utilizar seus talentos para o bem em vez do mal, levaram-na a “render totalmente meu coração a Jesus”.

“Embora tenha vivido como lésbica ao longo de toda minha vida adulta –diz Cothran-, não tenho dúvida alguma de que o propósito de minha alma é o de usar meus dons para AMOROSAMENTE  (em altas no original) compartilhar a verdade de como chegamos aqui: como nos convertemos em um gay ou uma lésbica, como chegamos a desfrutar de nosso ‘estilo de vida’ e como chegamos a acreditar que isto estava OK com Deus.”

Leia a íntegra da matéria clicando aqui. 

5.

Karyme Lozano (Atriz)

Karyme Lozano é uma conhecida atriz mexicana de telenovelas. Desde algum tempo e seguindo o exemplo de seu amigo Eduardo Verástegui, com quem serve na organização “Manto de Guadalupe”, decidiu viver a abstinência sexual, que considera “algo belíssimo que eu não conhecia antes”.

Em entrevista concedida ao jornal porto-riquenho Novo Dia, Lozano relata que antes “eu ria e me burlava da castidade, mas agora Deus tem feito milagres em minha vida. Deus existe e obra milagres todos os dias, o que acontece é que às vezes não queremos vê-los”.

Seguidamente comentou sua admiração por Verástegui, que já leva seis anos de abstinência sexual. “Quando eu o vejo e sinto essa paz que ele tem, essa tranquilidade que vem muito de dentro dele, eu me perguntei: o que ele tem? Eu quero tê-lo também”.

“Tenho descoberto na abstinência algo belíssimo que eu não conhecia antes. Eu percebi que não tenho drama em minha vida agora. Gostaria que quando encontre  o homem ideal, que seja o homem de minha vida, me case e que seja para sempre”, assinalou.

Lozano também disse estar contra o aborto, e também decidida a ajudar as mulheres grávidas a acolherem a vida de seus bebês.

Há uns dias atrás Karyme Lozano participou junto com Eduardo Verástegui em um grande evento na Guatemala no qual sete mil jovens entre 12 e 25 anos prometeram viver a castidade. Nesse encontro a atriz compartilhou sua experiência de conversão e sua firme decisão de viver de forma cristã, de acordo aos ensinamentos da Igreja.

6.

Mercedes Aroz (Ex-senadora socialista)

Plugado da www.acidigital.com – Ao participar do Congresso “Católicos e Vida Pública”, Mercedes Aroz, a ex-senadora que faz um ano anunciou sua conversão ao Catolicismo e abandonou o Partido Socialista da Catalunha –do qual foi uma das fundadoras–, advogou pela abolição do aborto na Espanha para que progridam realmente os direitos humanos no país.

Aroz, que nas eleições gerais de 2004 foi a senadora eleita com mais votos na província de Barcelona, ofereceu uma intensa exposição em que denunciou que “a sociedade espanhola é hoje uma sociedade secularizada de forma similar ao resto da Europa Ocidental em que Deus já não é o referente global com o que tudo se articula”. “Esta perda de referências conduziu a uma crise de valores morais, a uma perda de orientação pessoal e ao mal-estar cultural existente”, explicou.

Entretanto, admitiu que “o catolicismo segue sendo relativamente majoritário e subsiste a cultura de transfondo católico. Há, portanto, condições favoráveis para que de novo germine o cristianismo”.

Neste contexto, colocou a necessidade de “fazer avançar na sociedade espanhola uma posição majoritária favorável à abolição do aborto, como hoje existe em relação à abolição da pena de morte no mundo, abolida na Espanha em 1983”.

“Se deve colocar a abolição do aborto como o que é: um objetivo progressista, de avanço da civilização, pois o reconhecimento jurídico dos direitos humanos e sua ampliação é fruto do progresso do ser humano na compreensão de sua realidade e de sua dignidade como pessoa”, adicionou.

“Da mesma maneira que frente aos argumentos a favor da pena de morte em graves delitos prevaleceu o respeito ao direito à vida, se deve obter que este direito do homem seja reconhecido desde sua concepção e até sua morte. Este objetivo tem que ir acompanhado de um maior amparo à maternidade e da prevenção da gravidez adolescente mediante a formação”, sugeriu.

7.

Conheça a história de outras 68 pessoas convertidas à fé católica clicando aqui.

Recomendado para você