Ancoradouro

Diretor de A Paixão de Cristo Fala ao Blog

/ancoradouro/2010/03/31/diretor-de-a-paixao-de-cristo-fala-ao-blog/
508 Seja o primeiro a comentar
O espetáculo acontece há seis e é produzido pela Comunidade Católica Shalom

O espetáculo é uma produção da Comunidade Católica Shalom

Um ano de reuniões e dois meses de intenso trabalho é o período que artistas, voluntários e técnicos levam para preparar o espetáculo A Paixão de Cristo produzido pela Comunidade Católica Shalom e encenado há 6 anos em Natal-RN.

Neste ano a atração mudou de local, aconteceu no Ginásio Machadinho,local fechado, diferente das edições anteriores acontecidas  no Anfiteatro do Campus universitário, um ambiente aberto. “Isso só favoreceu a ação dramática e o envolvimento do público no espetáculo que se tornou ainda mais introspectivo.  Deste modoo  público participou melhor”, destaca Wilde Fábio, diretor do espetáculo e membro da Comunidade Shalom.

Existe projeto de trazer o espetáculo para Fortaleza no próximo ano

Existe projeto de trazer o espetáculo para Fortaleza no próximo ano

Com o texto enxuto em relação às apresentações anteriores a peça ganhou dinamicidade imprimindo ritmo no palco agradando ao público que reagiu  às novas adaptações ao final das cenas com aplausos, gritos e até interação com as falas dos personagens.

A Paixão é antecedida por um prelúdio, neste ano, O Canto das Írias, mistura de dança e teatro que tratou sobre a animalização do homem pós-moderno. ” O canto das Írias é uma marca que toca profundamente o público. Trata-se de um espetáculo particular! Sua mensagem central é que o homem ao abandonar a verdade se animaliza e  só cristo pode fazer desta fera homem de novo”, descreve Wilde Fábio.

O diretor do espetáculo ainda falou ao ANCORADOURO sobre a importância do apoio a eventos do porte de A Paixão de Cristo. “Apoiar um evento que tem como princípio  a valorização da vida é favorecer a sociedade crescimento no conhecimento dos valores básicos essenciais à existência de cada homem. O Espetáculo propõe ao público se apaixonar pela vida! Do ponto de vista cultural a sociedade tem sede de uma arte genuína e autêntica”, declara Fábio.

O momento alto da noite é a cena que retrata Pentecostes, os atores descem para o meio do público com tochas, cantos e orações. Muitos se emocionam e guarda a mensagem por toda a vida.

Há projetos de trazer o espetáculo para Fortaleza no próximo ano. Em torno de 500 pessoas participam da montagem e apresentação  da peça e a maioria predominante é composta por voluntários.

Confira o vídeo do Cantos das Írias, prelúdio do espetáculo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=FVwQ-YMfdUg[/youtube]

 Acessos
Contador de acessos

Recomendado para você