Ancoradouro

A Festa da Misericórdia

3.80.60.248 /ancoradouro/2010/04/06/a-festa-da-misericordia/
4 Seja o primeiro a comentar

Imagem de Jesus misericordioso

Cristo Ressuscitou, Aleluia! Este é o grande mistério que a Igreja Católica celebra, com muita alegria, nos próximos 50 dias, até o dia de Pentecostes. Em especial, no primeiro domingo depois da Páscoa, os católicos celebram uma data muito especial: A Festa da Divina Misericórdia, instituída pelo papa João Paulo II no ano de 2000.

Como parte destes festejos, a Comunidade Católica Shalom realiza neste domingo, dia 11 de abril, a quarta Festa da Divina Misericórdia, no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). O evento terá início a partir das 14h, com muito louvor e oração. Na programação, às 15h, haverá a oração do Terço da Misericórdia. O evento será encerrado com a celebração da Santa Missa pelos Enfermos, com o padre Antônio Furtado. Mais de 40 mil pessoas são aguardadas no evento. A entrada é gratuita.

Sacerdote com carisma de cura comandará a Festa da Misericórdia no CEU

Sacerdote com carisma de cura comandará a Festa da Misericórdia no CEU

“A Festa da Divina Misericórdia é uma resposta da Comunidade Católica Shalom ao pedido de Jesus à irmã Faustina e que, desde o ano de 2000, foi acolhido por toda a Igreja Católica. Pretendemos levar ao maior número de pessoas esta mensagem que, segundo o próprio Jesus, proporcionará a conversão dos pecadores. É um dia de muitas graças”, declarou padre Antônio Furtado, um dos grandes propagadores da devoção à Divina Misericórdia na capital.

Nos últimos três anos, o evento era realizado no Ginásio Paulo Sarasate, tendo recebido, no ano passado, um público de 18 mil pessoas, superlotando o local que se tornou pequeno para as demonstrações de fé em Jesus Misericordioso. Por isso, a Festa foi transferida para o Condomínio Espiritual Uirapuru, que além de uma grande arena para receber os participantes, contará também com uma estrutura de lanchonete, livraria, stands, brechó. Mais de 30 caravanas de diversos bairros de Fortaleza e cidades da Região Metropolitana já confirmaram presença nesta grande festa. 

 DEVOÇÃO

Santa Faustina

“Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. Nesse dia, estão abertas as entranhas da Minha Misericórdia. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da Misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas. Nesse dia, estão abertas  todas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças”. (Diário de Santa Faustina)

 

A Festa da Divina Misericórdia ocorre sempre no primeiro domingo depois da Páscoa. Ela foi estabelecida oficialmente como festa universal pelo Papa João Paulo II. Através do decreto de 23 de Maio de 2000, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos estabeleceu que “Por todo o mundo, o segundo Domingo da Páscoa irá receber o nome de Domingo da Divina Misericórdia, um convite perene para os cristãos do mundo enfrentarem, com confiança na divina benevolência, as dificuldades e desafios que a humanidade irá experimentar nos anos que virão”.

A devoção encontra suas origens em Santa Maria Faustina Kowalska, que na década de 30 obteve, de Jesus, revelações sobre a instituição desta festa no seio da Igreja, bem como profecias e manifestações que o próprio Cristo mandou que as escrevesse e  retransmitisse à humanidade.  Foi Jesus quem pediu a instituição da festa da Divina Misericórdia a Santa Faustina. Jesus se refere a ela 14 vezes, expressando o imenso desejo do Seu Coração Misericordioso de distribuir, neste dia, as Suas graças.

 

Irmã Faustina era polonesa. Aos vinte anos entrou para a Congregação de Nossa Senhora da Misericórdia.  Em 1934,  por indicação de  seu diretor espiritual,  iniciou um diário que intitulou “A divina misericórdia em  minh’alma”. A missão da irmã Faustina iniciou-se em 1931, quando o misericordioso Salvador lhe apareceu em característica visão:  Jesus envolto em uma túnica branca. Tinha a mão direita alçada no ato de abençoar, enquanto a esquerda pousava no peito, onde a túnica levemente aberta deixava sair dois grandes raios, um vermelho e outro pálido (que representam, respectivamente, o sangue e a água jorrados do coração de Jesus na Cruz). Nesta visão, Jesus solicitou à Faustina que ela pintasse uma imagem conforme a visualização que ela estava tendo com as inscrições embaixo: “Jesus, eu confio em Vós!” Nosso Senhor também pede que a Imagem da Divina Misericórdia seja solenemente venerada neste dia. Consumada pela tuberculose, irmã Faustina morreu no dia 5 de Outubro de 1938,  aos 33 anos. O papa João Paulo II proclamou-a Beata no dia 18 de Abril de 1993 e, em 30 de abril de 2000, foi canonizada.

 Serviço

4ª Festa da Divina Misericórdia

Local: Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU) – Avenida Alberto Craveiro, 2222, Castelão

Data: 11 de abril de 2010

Horário: a partir das 14h

Informações: 3261 4444

www.comshalom.org

Recomendado para você