Ancoradouro

Seria o fim da Igreja Católica?

Papa Bento XVI visita Portugal

Papa Bento XVI visita Portugal

Os pessimistas e agourentos de plantão profetizam que estamos diante do fim da Igreja Católica. Os motivos são os escândalos recentes, noticiados pela mídia internacional. Os laicistas, ateus e côngeneres folgam a respiração e dão a entender  que a bimilenar religião católica encontrou o seu ocaso.

Para quem tem fé a realidade é  observada com esperança. A Igreja passa por um tempo de renovação. Seu fundador, Jesus Cristo, é o divino artesão que consegue transformar trevas em luz, medo em força, perseguição em vivência radical do evangelho.

Mesmos os protestantes parecem exultar com as chagas da Igreja e chegam – alguns,claro- a vociferar contra o papa e a hierarquia eclesial, por puro despeito histórico e por saberem que a assistência do Espírito nunca deixou de amparar a esposa de Cristo, a Igreja.

A Igreja desde seus inícios sofreu diversas ofensivas que pareciam fazê-la sucumbir, mas quando menos se esperava um auxílio se levantava em seu favor como os mártires nos primeiros séculos e os santos, Teresa de Jesus, Francisco de Assis, Inácio de Loyola, João Paulo II. Homens e mulheres provados na dor que deixaram um legado sobre o verdadeiro seguimento ao Nazareno que revolucionou o mundo.

A Igreja mostra-se madura no tratamento com os membros de sua hierarquia que têm eivado de vergonha e putrícia a instituição. Entrega-os à justiça dos homens e também à divina. Não se furta a comentar o assunto, punir com severidade os faltosos e trabalhar na prevenção para que escândalos não voltem a acontecer.

A Igreja renova suas forças e continua a atrair milhares de fiéis, prova disso foi a recente visita do Papa Bento XVI a Portugal. Grupos laicos reclamaram da cobertura da imprensa dada à visita de sua Santidade. Pelo visto não se pode esconder a casa construída sobre a rocha.

Recomendado para você