Ancoradouro

Nova Beata Brasileira

Uma Gaúcha de coração será a nova beata brasileira, Maria Bárbara da Santíssima Trindade, Fundadora da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria.

A cerimônia de beatificação acontecerá dia 6 de novembro em Porto Alegra,RS, e será presidida pelo prefeito  da Congregação das Causas dos Santos, Dom Angelo Amato.

Bárbara nasceu em Viena, Áustria, filha de José Maix[1] e Rosália Mauritz. Chegou ao Brasil na década de 40 e dedicou sua vida aos pobres em terras brasileiras.

 A autríaca sentia-se comprometida com os pobres e necessitados. Acolhia mulheres que procuravam asilo, dedicava-se à educação das jovens mais abandonadas e cuidavam dos doentes.  As primeiras experiências de trabalho pastoral junto ao povo junto com a congregação  foram nos colégios, e ocorreram em circunstâncias adversas para a Congregação. Eram pobres, não tinham casa própria, experimentavam muitas privações e insegurança. A Vontade de Deus norteava a vida de Bárbara, e estava sempre aberta para entender o que Deus pedia a ela. Assim, devido ao problema da orfandade no Brasil, que ia se agravando em conseqüência das epidemias e da Guerra do Paraguai, Madre Bárbara passou a prestar serviço em diversos Asilos do Império: em Niterói (RJ), Pelotas e Porto Alegre (RS). As  Irmãs cuidavam também dos empestados e vítimas da guerra. Leia mais sobre Barbara clicando aqui.

Os santos exalam o bom odor do Evangelho, espalham a caridade de Cristo e fecundam novas vocações para o serviço do Reino. Eles são uma seta a apontar para aquilo que é essencial. Por uma vida marcada pela dedicação, disciplina e alegria deixa o ensinamento valioso da doação irrestrita de vida ao próximo. Não deixa de ser um sinal para os não-crentes que mesmo não comugando da fé, estão inseridos na solidariedade universal e fraterna que nos une a todos.

Recomendado para você