Ancoradouro

Duloren Polemiza

A Duloren, maior distribuidora de peças de moda íntima no Brasil faz uma campanha publicitária contra a pedofilia associando diretamente ao crime a Igreja Católica. Há mais de dez anos sem fotografar no exterior a marca escolheu o Vaticano para a nova peça.

Na cena, observa-se  uma mulher vestida de lingerie que aponta contra a cruz contra um homem, que pelos trajes e local, supõe que seja um padre.

É dever de todo cidadão lutar contra a pedofilia, contudo, a possibilidade de entender a campanha da Duloren como uma ofensiva contra a Igreja Católica se dá ao associar a instituição diretamente  ao crime. A atitude pode parecer aproveitamento barato do pânico midiático recentemente desencadeado contra a instituição bimilenar.

O titular do blog conversou com a assessoria de impresa da Duloren e esta encaminhou a possibilidade de entrevista para o setor de marketing da empresa. Até a publicação da postagem, ontem,7, ainda não havia respostas.

Deixamos no ar as perguntas feitas à Duloren até que seja concedida a entrevista:

1- A Duloren continuará com a campanha enfocando  as instituições onde os casos de pedofilia são recorrentes, como o ambiente familiar?

2- Por que a escolha da Igreja Católica para figurar uma das cenas da Campanha?

3 – Como vocês conciliam promoção da sensualidade/erótica com combate à pedofilia?

A última campanha da marca foi contra o preconceito e a violência contra a mulher. Na peça principal mostra  uma modelo, vestida de lingerie apontando em riste o dedo anelar.

Estes tipos de campanhas o que acrescentam além da polêmica? Até que ponto podem ser levadas a sério?

Recomendado para você