Ancoradouro

Do Pai-Nosso de Frei Betto, livrai-nos, Senhor

Leonardo Boff e Frei Betto são dois dos religiosos ligados à Teologia da Libertação  que entraram de cabeça na campanha pró-Dilma   e com ela a favor de todos os contra-valores  à vida que comporta a parceria. Fique bem claro aos leitores, o dueto, de católicos possuem apenas o nome. Lembra do ditado ‘criar cobra para lhe moder’? Eles se encaixam nesta compreensão, pois tendo recebido toda formação intelectual da mãe Igreja e até tendo formado seu nome às custas dela hoje cospem-lhes a face.

Obediência à Igreja e ao magistério foram riscados do projeto de vida dos religiosos, desgostos de são Francisco e são Domingos patronos das ordens a que pertencem. Querem o reino de Deus nesta terra; o Jesus deles é o histórico; ressurreição não passa da ideologia de Cristo viva no povo; oração, hipnose  e meditação transcendental não possuem diferenças para ambos; pecado é invenção da  religião para controlar as pessoas e assim poderia continuar discorrendo sobre o que apregoam o desvio doutrinário que seguem estes senhores.

Para que os leitores possuam noção do grau de destrambelhamento dos notáveis deixo registrado a versão do Pai-Nosso feita por Fr. Betto. Reproduzirei apenas um trecho, aos mais curiosos poderão ver a íntegra na indicação.

“Pai-nosso que estais no céu, e sois nossa Mãe na Terra, amorosa orgia trinitária, criador da aurora boreal e dos olhos enamorados que enternecem o coração, Senhor avesso ao moralismo desvirtuado e guia da trilha peregrina das formigas do meu jardim”. Na íntegra clique aqui.

Recomendado para você