Ancoradouro

Pe. Reginaldo Manzotti em Fortaleza

"O povo de Fortaleza é fervoroso", diz Pe. Reginaldo Manzotti

“Escolhi Fortaleza para gravar este DVD porque é uma terra de povo fervoroso”. Foi com esta afirmação que  Padre Reginaldo Manzotti iniciou a  Coletiva de imprensa concedida aos jornalistas na tarde desta quinta-feira, 21, no Hotel Sonata. O sacerdote, no início do encontro com os jornalistas  acolheu os ganhadores de uma promoção da Rádio FM Dom Bosco, promotora do III Evangelizar.

Sobre o DVD

Terá como tema a libertação em especial de dois fatores. “Com a gravação deste DVD  e ao longo de 2011 trabalharei nesta campanha da libertação do alcoolismo e do crack”, explicou Pe. Reginaldo. Músicas já conhecidas do público católico comporão o repertório como “Eu creio no Deus do impossível”, “a tempestada vai passar” e “Ninguém te ama”.

Dois artistas cantarão com o padre, o sertanejo Gustavo Lima e Fafá de Belém que em 1997 cantou para o papa João Paulo II em sua visita ao Brasil. “Mas a  participação especial no DVD é a do povo de Deus”, destacou o sacerdote.

O crack

O tema epidemia do crack recorreu algumas vezes na coletiva. Pe. Reginaldo sintetizou sua opinião sobre o porque os jovens tem cada vez mais se viciado na droga. “O narcotráfico, nossa omissão frente à juventude, as más companhias e a instabilidade social são os principais fatores do crescimento do vício”, resumiu.

Aborto e eleições

O padre não quis emitir sua opinião sobre o assunto. “Prefiro falar sobre o assunto dia primeiro de novembro. Não é omissão é simplesmente por conta do circo que foi montado em torno do assunto. Acredito que não seja a hora”,declarou.

Ao ANCORADOURO

À pergunta do titulardo Blog sobre a nova evangelização o sacerdote afirmou que a Igreja Católica vive este de aggiornamento (renovação), muito falado no Concílio Vaticano II. “Temos que cegar às pessoas através dos meios de comunicação. Recordo-me que se especulava na vinda de Bento XVI ao Brasil que ele cercearia estes novos modos de evangelizar e o visto foi um incentivo por parte do pontifíce, ‘mantenham-se em estado permanente de missão'”, disse.

Ainda ao blog falou que ele não era artista e sim, padre. “Esta, aliás, é uma das cláusulas de meu contrato com a gravadora, a de sempre me identificar como padre porque é o que eu sou. Ainda tem mais duas, a de nunca cobrar bilheteria nas minhas apresentações e cachê”, referendou.

O padre ainda informou que estará lançando em breve um segundo livro, Vinte passos para a paz interior.

O blog ANCORADOURO cobrirá em tempo real o III Evangelizar direto do aterro da praia de Iracema neste sábado, 23.

Recomendado para você