Ancoradouro

"Aparecida" nos cinemas

Drama familiar

Plugado do G1.

Estrelado por Murilo Rosa e Maria Fernanda Cândido, “Aparecida” aposta em um drama familiar para abordar a história de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Na trama, Marcos (Rosa), um habitante de Aparecida, no interior de São Paulo, briga com a santa ainda criança, depois que seu pai morre ao cair de um andaime. O protagonista cresce e vira um empresário frio e distante da família, mas um acontecimento trágico faz com que ele reencontre sua fé.

“É uma história de conversão. Muita gente pode se identificar com essa busca de fé e com as transformações que a recuperação da fé provoca”, afirma o ator, que acredita no sucesso de público do longa-metragem e se declara devoto de Nossa Senhora Aparecida.

Mas para a cineasta, existia também a preocupação de não limitar o público aos espectadores católicos.  “A maior precaução foi não fazer um filme caricato ou distanciado intelectualmente, não podia frustrar o espectador católico. Por outro lado, também não gostaria de afastar os espectadores não religiosos, fazendo um filme doutrinário e chato”, afirma a diretora. “Quis fazer, antes de tudo, um filme que possa ser degustado por todos, católicos, espíritas, protestantes, entre outros. Pois, mais que uma história de religião, a produção fala de amor, de relacionamentos e isso faz parte do cotidiano de todos nós”, completa.

Apesar de não ser adepta do catolicismo, Tizuka afirma que as filmagens teriam contado com a proteção de Nossa Senhora. “Ela sinalizou que deveríamos fazer o filme, foi incrível”, conta a diretora. “Numa época de chuva intensa, olhávamos para o céu e víamos aquela tempestade se formando a caminho do set, porém, quando chegávamos ao local, todo o entorno estava debaixo de chuva, menos o local onde nos encontrávamos. Contando assim pode ser meio fantasioso, mas para todos da produção aquilo era, sim, um sinal.”

Assista ao trailler do filme.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=lWdK2M2lbm0[/youtube]

Recomendado para você