Ancoradouro

Gays] Minoria quer dominar o mundo

A minoria gay está em festa e não é para menos. Depois do reconhecimento do STF às uniões, classificadas, de homoafetivas é a vez da “Comissão de Direitos Humanos (CDH) votar nesta quinta-feira (12) o substitutivo que a senadora Marta Suplicy (PT-SP) fez no PLC 122, projeto que tem como objetivo criminalizar toda opinião filosófica, médica, moral e religiosa contrária à relação sexual entre homens” como informou  site Gospel +.

O novo texto sugere poupar a criminalização ha homofobia em discursos nos  templos religiosos. Mas os homossexuais, pessoas dotadas de um afeto extrasensorial, não gostaram da medida e dizem que a lei foi mutilada. Como se sabe e espera é um grupo que discorda por tudo e de todos. Até entre eles mesmos.

Mas atenção, continua vedada toda e qualquer manifestação, opinião e argumento que não seja capacho da cultura gay em televisão, rádio, jornal, revista, etc. Do contrário o autor será enquadrado como homofóbico e,claro, será penalizado.

Destaquei um artigo que me chamou a atenção da lei:

Art. 8º Impedir o acesso ou recusar atendimento em restaurantes, bares ou locais semelhantes abertos ao público.
ATENÇÃO: Parágrafo único: Incide nas mesmas penas aquele que impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público.

E a pena para quem proceder desta forma é de 3 anos.

Em miúdos: Se o senhor ou a senhora estiver no final de semana com as crianças em algum restaurante e dois homens começarem a se beijar ninguém, mas ninguém mesmo, poderá demonstrar qualquer incômodo. Caso  o senhor ou a senhora esbocem qualquer reação poderão ser acusados pelo par inebriado de afeto de homofóbicos. Resultado, os senhores poderão ser reclusos por até 3 anos.

Convido você a ligar amanhã para o Senado e deixar sua mensagem para os senadores, dizendo que você é contra esta lei. 0800 61 22 11

Recomendado para você