Ancoradouro

Crise de 2008: a chave para descobrir uma economia sustentável

Palestra na FIEC com bancário italiano aborda crise.

A Comunidade Católica Shalom através do Instituto Gaudium et Spes promove palestra com o tema Crise de 2008: a chave para descobrir uma economia sustentável e lançamento do livro, Da sociedade de risco à economia civil, no auditório da FIEC, dia 14 de setembro, às 18h30.

A mesa será composta por Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Shalom e presidente do Instituto Gaudium et Spes, Carlos Matos, diretor corporativo do  Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI), ligado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e Carmine Tabarro, Gerente de relacionamento do Banco Prossima, na Itália, que falará sobre o tema Crise de 2008 e sua relação com o surgimento de uma economia sustentável.

O plaestrante Carmine Tabarro é formado em Direito, com especialização em economia, na Universidade “La Sapienza” de Roma. Atualmente trabalha como gerente no Banco Prossima. Há mais de trinta anos exerce a função de analista financeiro e foi um dos membros da equipe que criou o primeiro banco sem fins lucrativos na Itália.

No ano 2000 participou em Dublin da Conferência sobre a identidade da Economia Civil e no Egito participou, por duas vezes, de conferências sobre o diálogo entre finança islâmica e economia civil. É autor de diversos artigos especializados no campo das Organizações sem fins lucrativos e na ocasião da palestra lançará o livro “Da sociedade de risco à economia civil”.

O encontro é voltado para acadêmicos de economia, jornalistas, empresários, bancários e instituições e pessoas ligadas à economia solidária.

Mais sobre o Instituto Gaudium et Spes:

Setor da Comunidade Shalom responsável por fomentar  a formação e o compromisso sócio-político segundo os princípios da Doutrina Social da Igreja. Traz o nome da constituição pastoral escrita no concílio Vaticano II que trata sobre a igreja no mundo atual. A tradução da expressão latina é “sobre as alegrias e esperanças”, mote em que se desenrola o texto da constituição.

SERVIÇO:

Palestra  Crise de 2008, a chave para descobrir  uma economia sustentável.

Data: 14 de setembro

Horário: 18h30

LocaL: auditório da FIEC (Av. Barão de Studart, 1980 – Aldeota )

Entrada: gratuita

Lançamento do livro: Da sociedade de risco à economia civil, de Carmine Tabarro

Mais informações: 3474.0330

Mais sobre o livro: Da sociedade de risco à economia civil.

A partir da cultura da economia civil de mercado, este livro analisa suas causas antropológicas, morais e econômicas que estão na base da atual crise sistêmica. Embora reconhecendo o mercado como bom instrumento para construir relações não fundadas na exploração, a economia civil vê no capitalismo financeiro de matriz anglo-saxão alguns erros fundamentais ao esperar que a economia seja fundada “somente” sobre interesses individuais e egoístas, desvinculada de qualquer “laço” de caráter ético, numa concepção de que o lugar do bem comum é somente o setor social ou político.

Em contraste, a economia civil se fundamenta na centralidade da pessoa e em sua responsabilidade individual no tocante ao mercado, à comunidade e ao Estado. A presente obra não oferece somente uma reflexão teórica, mas, a partir da experiência de mais de 30 anos do autor no campo da economia civil, propõe algumas sugestões operacionais aos agentes já comprometidos em diferentes níveis na sociedade civil; aos estudantes que desejam uma Ciência Econômica que não exclua a busca de valores como a gratuidade, a reciprocidade, a cooperação e a confiança; ao mundo “non profit” e das empresas sensíveis à cultura da economia civil; às pessoas que desejam inserir-se neste setor com competência profissional.

Recomendado para você