Ancoradouro

Manifestações contra o papa

241 1

As chamadas manifestações contra o papa virou moda. O perfil dos manifestantes é o mesmo, alguns ateus, outros homossexuais  que se reúnem em algum local público com faixas e cartazes e dizerem nada decorosos. Para o homossexuais não pode faltar o beijaço gay. É  a forma mais inteligente que acham de se posicionar contra algo que não concordam. Não esperaria outra coisa.

O objeto da revolta contra o papa romano é a pedofilia. Acusam-no de omissão frente aos casos que a Igreja enfrentou nos últimos anos. Para os desavisados e aqueles que acreditam religiosamente nas notícias enlatadas das agências de notícias nem sabem que a Igreja Católica é uma das mais combatentes contra esta mazela.

Os tais grupos – se lutam mesmo contra a pedofilia – deveriam se posicionar contra os pesquisadores americanos que tentam a todo custo retirar a pedofilia da lista de desordens mentais assim como foi feito com o homossexualismo. Tem até ONG encabeçando a ideologia; Deveriam combater o partido holandês cuja bandeira de luta é a pornografia liberada na TV pública e pedofilia. Ou ainda adverti sobre o perigo de publicações como a da revista Vogue francesa que apresentou na edição de janeiro deste ano foto de crianças em poses sensuais; E o que dizer da pornografia infantil japonesa que cresce?

A Igreja Católica faz a sua parte. Quem entrar no site oficial do Vaticano encontra um link destinado a orientar sobre como agir em casos de abuso sexual por parte de membros da instituição.

E não custa dizer o que todos já sabem, a maioria dos casos de exploração e abuso infantil se dão  no ambiente familiar.

Recomendado para você