Ancoradouro

Bote Fé é sinal de amor e entrega de Deus

/ancoradouro/2012/02/26/bote-fe-e-sinal-de-amor-e-entrega-de-deus/
210 Seja o primeiro a comentar

Mais que doloroso e árduo foi uma entrega por cada um dos homens o caminho percorrido por Jesus Cristo ao carregar a cruz com os pecados de toda a humanidade. Agora, mais de 2.000 anos após a maior demonstração de amor já presenciada na Terra, o símbolo dessa entrega, a Cruz, em peregrinação pelas Arquidioceses do País, passará por Fortaleza, no dia 3 de Março, em um chamado especial aos jovens para a 27º Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro.

Para comemorar a chegada da Cruz da Jornada Mundial da Juventude, que vem acompanhada do Ícone de Nossa Senhora, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) preparou o evento Bote Fé, que acontece em todas as Capitais por onde passar a Cruz no Brasil. Em Fortaleza, o evento será realizado no próximo dia 3 de março, no aterro da Praia de Iracema, a partir das 15h com a realização de shows com artistas católicos.

Presente do Beato João Paulo II aos jovens, a Cruz da JMJ, já participou das 26 edições do evento e, desde 2003, o Ícone de Nossa Senhora acompanha a Cruz em seus percursos e, portanto, passará por Fortaleza também. Além da Capital, os dois símbolos estarão em outros municípios do Ceará, em visitas a várias paróquias, e deverão trazer a mesma empolgação já presenciada em outros lugares do Nordeste por onde os Ícones já estiveram neste ano.

“Quando a gente anda nas paróquias, e vai tendo contato com os jovens, a gente vai vendo uma empolgação muito grande”, revelou o coordenador do Bote Fé na Regional Nordeste I da CNBB, Padre Denys Lima, ao lembrar a animação de um grupo de 15 jovens de Mossoró que, ao descobrirem que a Cruz da Jornada Mundial da Juventude estava em uma garagem da cidade para trocar de carro, chegaram antes ao local e receberam a Cruz com cânticos de louvores a Deus.

Desde o anúncio de que a Cruz passaria por aqui, a expectativa em relação ao Bote Fé de Fortaleza só cresce, a cada dia, como testemunha o coordenador do Projeto Juventude da Comunidade Católica Shalom, Darllan Pereira: “Nós, que seguimos a Cristo, queremos dar esse sinal. Nós queremos expressar para nossa cidade que os jovens têm fé e acreditam em Deus e que os jovens querem evangelizar. Essa é uma grande alegria para todos nós que esperamos pela Cruz”.

E é justamente essa empolgação que tomará conta do Bote Fé em Fortaleza. A festa é mais um motivo para os fieis agradecerem pelas boas novas de cada dia, porém é também uma desculpa a mais para evangelizar. “Sempre que a Igreja se reúne, ela se reúne como um corpo que está formado, mas também como evangelizadora, aberta e com o mandato de Cristo para anunciar o Evangelho a toda e qualquer criatura”, explicou Padre Denys Lima.

Com a entrada gratuita, além da celebração eucarística presidida pelo arcebispo de Fortaleza Dom José Antonio, bispos auxiliares e demais sacerdotes, durante o Bote Fé acontecerão shows com a Banda Missionário Shalom, Zé Vicente, Irmã Kelly Patrícia, participação especial de Suely Façanha e Banda Dominus.

Antes de parar na Capital, a peregrinação da Cruz da JMJ e do Ícone de Nossa Senhora também passará, no dia 1º de Março, pelo município de Aquiraz, de onde partirá para outras cidades próximas a Fortaleza.  No local, o número de jovens esperado é de cinco mil e diversos outras pessoas de cidades vizinhas, como Cascavel, se preparam para receber os símbolos deixados pelo Beato João Paulo II. “Isso representa a força da nossa juventude, a fé dos jovens do Ceará”, disse Guilherme Azevedo, membro da Juventude Mariana Vicentina de Cascavel, que faz parte da organização para receber os dois presentes.

Cruz da JMJ e Ícone de Nossa Senhora: a história que representa a fé

A Cruz da Jornada Mundial da Juventude é de madeira e possui 3,8 metros. Ela foi construída e colocada como símbolo da fé católica perto do altar principal na Basílica de São Pedro durante o Ano Santo da Redenção, entre os dias da Semana Santa de 1983 e 1984, quando o Beato João Paulo II resolver presentar aos jovens “como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade”, segundo as palavras do então Papa.

Desde 1984, a Cruz da JMJ passou pela Europa, além da Cortina de Ferro, e por locais das Américas, Ásia, África. Em 1994, firmou-se o compromisso de que, desde então, se haveria uma jornada anual pelas dioceses do País as quais fossem sede de cada JMJ internacional. Essa tradição é uma espécie de preparação espiritual para a Jornada, criada por João Paulo II, continuada pelo Papa Bento XVI, realizada a cada dois anos e que em 2013 acontecerá no Brasil.

Já o Ícone de Nossa Senhora, em 2003, foi dado de presente aos jovens por Papa João Paulo II como um segundo símbolo de fé para ser levado pelo mundo, acompanhando a Cruz da Jornada. O presente é uma cópia contemporânea de um antigo e sagrado ícone encontrado na primeira e maior basílica para Maria a Mãe de Deus, no ocidente, Santa Maria Maior e, segundo o Beato, “será um sinal da presença materna de Maria próxima aos jovens que são chamados, como o Apóstolo João, a acolhe-la em suas vidas”.

Dia 3 de março no aterro da Praia de Iracema

Serviço

Programação da visita dos símbolos da JMJ

Dia 01 de março

Saída de Quixadá – 15h

Chegada a Aquiraz – 16h30min

Saída de Aquiraz – 19h30min

Chegada ao Bom Jardim – 21h

Dia 02 de Março

Chegada a Caucaia – 6h

Saída para Canindé – 8h30min

Chegada a Canindé – 10h

Saída para a Região Serra – 12h

Chegada à Região Serra – 15h

Saída da Região Serra – 19h

Chegada a Pajuçara – 21h

Dia 03 de março

Chegada ao Centro Socio Educacional D. Aloísio – 7h

Saída do Centro Socio Educacional D. Aloísio – 8h30min

Chegada à Paróquia Senhor do Bonfim – 9h

Saída para Santuário de Fátima – 11h30min

Chegada ao Santuário de Fatima – 12h

Saída do Santuário de Fátima – 15h30min

Chegada ao Aterro da Praia de Iracema – 16h

Entrada da Cruz e do Ícone – 17h

Missa – 18h

Shows – 19h às 23h

Recomendado para você