Ancoradouro

Mata-mata na Assembleia de Deus Madureira

1361 60

Além da fragmentação que existe entre as denominações protestantes, há também  a divergência  e cismas internos nestas expressões religiosas. A Assembleia de Deus passa por um momento de crise. Quem deu conta foi o ativista cristão Julio Severo através de seu blog.

O articulista informa que durante a Convenção anual da CONAMAD — também conhecida como Assembleia de Deus do Ministério da Madureira “foi aprovada em votação determinação de que qualquer membro que ‘difamar’ outros por via oral ou escrita será excluído.”

O motivo para a celeuma foi por conta de alguns pastores que denunciaram envolvimento do líder da AD com o reverendo Moon, um líder protestante que se autodeclara messias.

O blog ainda afirma que  “Os pastores reunidos decidiram excluir sumariamente qualquer membro que fizer comentários considerados “ofensivos” na internet. Na reunião, foram mencionados os vídeos com várias denúncias envolvendo o Bispo Manoel Ferreira e seus filhos com organizações e líderes ligados ao Rev. Moon” .

Comentando a decisão, o Pr. Geremias Couto disse: “Essa é uma resolução nula de pleno direito. Só existe difamação depois que ela é feita. Não antes. E carece de provas. Fatos que têm como ser provados não são difamação. São denúncias que precisam ser investigadas. Portanto, a resolução é mesmo uma mordaça, que não encontra nenhum amparo legal. É simplesmente com intuito intimidatório”.

Outra observação do blogueiro Severo diz respeito ao papel de Manoel Ferreira na últimas eleições: “A liderança da CONAMAD quer simplesmente impedir os assembleianos de manifestar sua indignação com os absurdos que estão ocorrendo em sua denominação, desde o papel descarado de Manoel Ferreira para eleger Dilma Rousseff até o caso Moon-Ferreira”.

O Pr. Enoque Lima é, dentro da CONAMAD, o pastor que mais vem sofrendo perseguição por denunciar a profanação de sua denominação.

Assista ao vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M8KgSWR6i8U[/youtube]

Recomendado para você