Ancoradouro

Ativistas feministas ridículas e vadias

113 3

Ativistas do grupo Femen -aquelas  que tiram a roupa em manifestações – cortaram cruz ortodoxa em protesto a prisão de Pusst Riot grupo que invadiu uma igreja Russa e gravou um clipe em frente ao altar do templo pedindo a retirada de Vladimir Putin do Governo.

Os dois atos causaram revolta aos cristãos, cada vez mais perseguidos. Os ativistas de algumas causas parecem ter perdido o senso do respeito, especialmente os grupos feministas.

Aqui no Brasil alguns desses movimentos identificam as mulheres como vadias. Em sua marcha anual, aqui no Brasil, as autointituladas vadias também quiseram invadir uma Igreja enquanto se celebrava uma missa para crianças.

“Em protesto, as mulheres do Femen usaram uma motosserra para cortar uma cruz ortodoxa erguida em memória às vítimas da repressão política em Kiev”, informou o G1.

Integrante do grupo Femen corta cruz ortodoxa (Foto: AFP)

 

 Pussy Riot

Recomendado para você