Ancoradouro

CNBB repudia fotomontagem

130 15

A instância maior de congregamento dos bispos do Brasil lançou nesta tarde nota de repúdio à fotomontagem  publicada por uma revista de esportes na qual usa de modo inadequado a imagem de Jesus Cristo, símbolo maior da fé cristã, predominante no país.

No texto da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se reconhece o valor da liberdade da expressão ao mesmo tempo pondera que é preciso limites objetivos.

A imagem é um  “desserviço à consolidação da convivência respeitosa entre grupos de diferentes crenças”, exprime a nota em referência ao cenário mundial que vive a repercussão pelo uso inadequado de imagem religiosa do  líder espiritual dos muçulmanos.

Confira a íntegra do Texto: 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, manifesta profunda indignação diante da publicação de uma fotomontagem que compõe a capa de uma revista esportiva na qual se vê a imagem de Jesus Cristo crucificado com o rosto de um jogador de futebol.

Reconhecemos a liberdade de expressão como princípio fundamental do estado e da convivência democrática, entretanto, que há limites objetivos no seu exercício. A ridicularização da fé e o desdém pelo sentimento religioso do povo por meio do uso desrespeitoso da imagem da pessoa de Jesus Cristo sugerem a manipulação e instrumentalização de um recurso editorial com mera finalidade comercial.

A publicação demonstrou-se, no mínimo, insensível ao recente quadro mundial de deplorável violência causado por uso inadequado de figuras religiosas, prestando, assim, um grave desserviço à consolidação da convivência respeitosa entre grupos de diferentes crenças.

A fotomontagem usa de forma explícita a imagem de Jesus Cristo crucificado, mesmo que o diretor da publicação tenha se pronunciado negando esse fato tão evidente, e isso se constitui numa clara falta de respeito que ofende o que existe de mais sagrado pelos cristãos e atualiza, de maneira perigosa, o já conhecido recurso de atrair a atenção por meio da provocação.

Cardeal Raymundo Damasceno Assis
Arcebispo de Aparecida
Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

Recomendado para você