Ancoradouro

Padre Manzotti] Suicídio e sentido de vida são temas da homilia

107.23.176.162 /ancoradouro/2012/10/20/padre-manzotti-suicidio-e-sentido-de-vida-sao-temas-da-homilia/
106 Seja o primeiro a comentar

Embora fosse numerosa a multidão um grande silêncio foi feito durante a homilia (comentário das leituras bíblicas do dia). Padre Reginaldo foi contundente em suas palavras. Com fala direta e rico na apresentação de  exemplos sua colocação foi ouvida com  devoção  pelo público.

“É preciso recuperar a bússola que nos aponta a Verdade”

O centro de sua pregação foi a certeza da presença de Deus no meio do povo e da família. A todos pediu que repetissem: “Deus reserva algo maravilhoso para mim e minha família. O Senhor me  envia em missão. O Senhor está conosco”. O sacerdote afirmou que a descrença nesta certeza acarreta os problemas vistos hoje na sociedade. ” Para se ter uma ideia, a cada um minuto morre 24 pessoas vítimas de suicídio. E a maioria jovens entre  14 a 25 anos. Essa morte silenciosa está tomando a vida das pessoas”, advertiu o sacerdote que entende estes dados relacionados à cultura individualista que cresce vertiginosamente.

Público ouviu atento a homilia

Diante destas situações e das inúmeras pessoas que chegam a ele contando que já atentaram contra a própria a vida, o padre curitibano é enfático: “Não seja covarde, Deus está com você e pode mudar o seu interior”. Esse crescente desejo autodestrutivo, na visão de Pe. Reginaldo,  se deve à perda de referência dos pontos cardeais na sociedade. “Sem a bússola da verdade nós estamos caindo no desespero; na frustração. Deixamos nossa vida ser conduzidas por novelas, por exemplo”, disse, fazendo referência ao último capítulo de uma novela que no dia de ontem (19) prendeu a atenção de boa parte dos brasileiros.  “Eu não sou contra esse tipo de entretenimento barato, mas nós não podemos pautar nossa vida pelas tramas das novelas. Quem descamba no adultério perde a vida e a família”, ilustrou.

“Quais  são os pontos cardeais da sociedade hoje?” Questionou. ” A Jornada Mundial da Juventude, evento que acontecerá no próximo ano no Rio de Janeiro com a presença do papa Bento XVI, é um chamado para toda a família redescobrir estes pontos. O evento também é um questionamento para os pais: ‘onde estão os seus filhos que não estão na Igreja, que não estão aqui?'”.

O padre ainda atribuiu o êxodo de católicos para outras crenças à falta de testemunho  de muitos católicos. “Às vezes seu filho diz que não tem  fé. Não é isso. Ele tem fé, todos têm fé. O que ele não acredita é no seu testemunho, na sua incoerência de vida”, explicou.

Ainda para os jovens dirigiu uma palavra especial, pediu que estes se afastassem das más companhias e afirmou fazendo

Padre Reginaldo Manzotti reza pelo público presente

referência a um santo. “As más companhias corrompem uma vida virtuosa”. Quanto à fé é preciso alimentá-la. “Precisamos cultivar a fé e ensinar à nova geração que ela  deve depositar sua fé em Jesus Cristo”, orientou.

O apelo final do padre fez eco à Nova Evangelização. “Existem alguns teólogos e jornalistas que falam de um novo cristianismo, onde se crer em Jesus, mas não se tem ligação com a Igreja. Isso não existe. A Igreja nos chama à Nova Evangelização, com novos métodos, novo vocabulário, novo ardor”, disse.

Para encerrar Padre Reginaldo Manzotti leu um testemunho que foi enviado por uma jovem que partilhou a libertação das drogas de uma irmã sua durante o evento do ano passado.

 

Confira o vídeo com o testemunho:

 [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NJb7Ci0_70g&feature=share&list=UUBjhSGQQLgMDPv0uZYt_vHg[/youtube]

Recomendado para você