Ancoradouro

Arcebispo de Fortaleza fala a jovens sobre drogas, evolucionismo e fé

164 1
DSC_0853

Arcebispo responde às perguntas dos jovens.

Uma tradição antiga da Igreja Católica foi resgatada pelo arcebispo metropolitano de Fortaleza, Dom José Antonio, nesta quaresma. “Testemunho de fé” é o nome dado ao conjunto de catequeses que serão ministradas pelo próprio arcebispo a cada sábado quaresmal na Catedral. Embora as catequeses sejam abertas a todos os fieis, a juventude é o público alvo.

Na primeira edição do Testemunho de fé, que aconteceu neste sábado, dia 16,  os jovens da Comunidade Católica Shalom e de outros movimentos juvenis lotaram  o templo para escutar o pastor. Os ensinamentos são baseados no Youcat, Catecismo da Igreja Católica formato para a juventude.  A primeira edição do livro foi entregue aos jovens na Jornada Mundial da Juventude em Madrid.

Em seu ensinamento Dom José partiu do início do Youcat focando a criação do homem e a fé. “A iniciativa é sempre de Deus. Ele que  que criou a pessoa humana capaz de livremente se comunicar com ele.A fé é resposta que nasce da inteligência no campo da liberdade”.

Para explicar a missão recorreu ao ensinamento do Beato João Paulo II. “Evangelizar não é propaganda mas testemunhar com a vida, de modo respeitoso e com a liberdade a ação de Deus.O testemunho é acolhido na fé e se a pessoa quiser, adere. E assim a fé é transmitida”, explicou.

Ateísmo e fé

Sentados no chão ou abancados, os jovens se acomodaram para ouvir o arcebispo, mas também para perguntar. A primeira indagação ao líder dos católicos em Fortaleza  foi sobre o crescimento do números de ateus. “Por que isso acontece?”, perguntou o jovem Tiago do Bom Jardim.

Dom José relembrou santo Agostinho e seu ensinamento sobre a busca de Deus que existe no coração de cada pessoa. ” O problema é quando nos perdemos nas criaturas e deixamos de procurar a Deus. A distração com as criaturas pode levar a pessoa ficar interiormente cega, surda e insensível a corresponder o anseio  mais profundo do coração humano”, respondeu.

Iniciativa de Deus, resposta do homem.

O segundo inquérito ao arcebispo foi sobre como age a iniciativa de Deus e como deve ser a resposta do homem.

“Deus age em coisas concretas do dia a dia. Assim como fez com aquele samaritano que ouviu o apelo de Deus e foi  ajudar o homem à beira da estrada, diferente dos demais que por ele passou direto. Deus é amor, e assim deve ser nossa resposta, de amor”, disse.

Evolucionismo e criacionismo

Uma pergunta frequente na vida dos jovens universitários não faltou. Ela foi feita pela Thaíse. ” Evolucionismo ou criacionismo, como explicar?”.

” As duas realidades não se contrapõem”, asseverou. E prosseguiu: “A Bíblia não é um livro de ciências mas uma coletânea de diversos tipos de literatura que narram a revelação de Deus ao seu povo.A bíblia não está ensinando ciência quando fala sobre a criação do homem no Gênesis, mas a coisa mais importante, que homem e mulher foram criados por Deus. A ciência humana, por sua vez, tem outro campo que é o da pesquisa. Assim nasceram as teorias , hipóteses, sobre como teriam surgidos as coisas.Nenhuma destas teorias, portanto, comprovam como foi de fato a origem do homem ou do universo. Fato histórico não se pode deduzir de consequências”.

Como conhecer o Deus verdadeiro?

A esta questão o arcebispo recorreu ao evangelista João, “um dos mais próximos de Jesus”. “Ninguém jamais viu a Deus, somente o Filho de Deus é quem o pode revelar. Jesus não é apenas um homem bom, religioso, profeta e líder. Ele é Deus. Prova disso é a sua ressurreição. É em Jesus que temos a imagem verdadeira de Deus”, disse Dom José.

As drogas

A última jovem a entrevistar Dom José o perguntou sobre o flagelo das drogas. “Como  combatê-las?”

O arcebispo disse que a esta pergunta preferiria que jovens que superaram este desafio partilhassem. ” Nos testemunhos de quem venceu as drogas vemos que todos tinham um problema raiz, a falta de sentido da vida. Quando passam a descobrir a razão de suas vidas vencem as drogas”, comentou.

A programação foi encerrada com Celebração Eucarística. No próximo sábado, dia 23, o arcebispo continuará a responder às perguntas dos jovens e ministrar a catequese a partir das 16h, na Igreja Sé (Centro da cidade).

Veja as fotos do Testemunhos de Fé. 

DSCN7506 DSCN7492 DSCN7497 DSCN7503


DSCN7481 DSCN7480 DSCN7478 DSCN7472 DSCN7466 DSCN7465 DSCN7464 DSCN7460 DSCN7457 DSCN7453 DSCN7483

 

 

 

Recomendado para você