Ancoradouro

Faculdade abre turma de filosofia para mulheres privadas de liberdade

3

Maria Lobo (Secretária de justiça), Pe. Almir Magalhães assinam parceria.

A Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) abriu uma turma de filosofia  no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa, Aquiraz-CE, na última quarta-feira, 4. O evento contou com a presença do diretor da FCF, Prof. Ms. Pe. Antonio Almir Magalhães, a Secretária de Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, professores, autoridades civis e religiosas.

Das 17 candidatas que participaram do processo seletivo, 15 foram aprovadas. As aulas se iniciaram  neste sábado, 6 de abril, nas dependências do Instituto Penal, de 16h às 19h, e ocorrerão três dias na semana durante três anos. A coordenadora do projeto, professora e psicopedagoga Márcia Bastos comemorou o sucesso dos trabalhos realizados nesta primeira etapa, o que incluíram: articulação entre as Instituições, inscrições e preparação para o momento seletivo das detentas, vestibular e conclusão com a realização do ato solene de inauguração.

Para o diretor da FCF, Pe. Almir Magalhães, o curso prestará um serviço de ressocialização. “O curso  possibilitará  que cada momento seja de construção existencial com garantias de uma nova vida pela frente”, disse.  Já a coordenadora do Curso, Profa. Dr. Maria Celeste, esclareceu que “a filosofia permitirá que as alunas reflitam sobre o sentido da vida e sejam assim despertas para novos sonhos e realizações, sobretudo como pessoas críticas e construtoras de um mundo melhor”.

O nigeriano e ex-detento do Instituto Penal Olavo Oliveira 2, Cornelius Ezeokeke, que participou do primeiro Curso Superior ofertado de 2006 a 2010, também pela Faculdade Católica de Fortaleza, falou sobre a  importância deste acontecimento histórico: “É possível às  pessoas mudarem, sou um exemplo disso. Iniciativa como esta deve despertar a rede de solidariedade de outras pessoas e instituições, pois a educação e oportunidades de  reconstrução salvam vidas que hoje muito precisam”.

Nas palavras da Secretária de Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, foram muitos os elogios à Faculdade Católica de Fortaleza. “Agradeço a todos que fazem esta Instituição de Ensino Superior, na pessoa do  seu diretor Pe. Almir Magalhães, pois vemos o quanto vocês acreditam no Sistema Penitenciário porque acreditam que essas pessoas podem ter uma nova história de vida. Eu confesso que valeu a pena os nossos e os vossos esforços para que este acontecimento se tornasse realidade”, finalizou.

Na conclusão da Solenidade os documentos do Convênio entre Faculdade Católica de Fortaleza e Secretaria de Justiça e Cidadania foram assinados pelos representantes legais e demais pessoas competentes.

Com informações d0 setor de comunicação da FCF.

 

Recomendado para você