Ancoradouro

A deficiência está na consciência humana

"É lamentável quando chegamos em algum órgão ou departamento público e não encontramos rampas de acesso, ou quando tem, está interrompida por um carro estacionado bem  em frente a rampa".

“É lamentável quando chegamos em algum órgão ou departamento público e não encontramos rampas de acesso, ou quando tem, está interrompida por um carro estacionado bem em frente a rampa”.

É incrível como ainda nos dias atuais existe a falta de conhecimento e o preconceito contra os deficientes. Muita gente pensa que por uma pessoa está em uma cadeira de rodas, é incapaz de realizar qualquer serviço, como trabalhar, namorar, estudar ou até mesmo cumprimentar alguém.

Hoje existe uma lei federal que obriga as empresas privadas a contratarem funcionários com algum tipo de deficiência, infelizmente essa ordem ainda é muito descumprida, pois não há fiscalização efetiva nesse assunto. Mal sabem os empresários que o deficiente é uma pessoa esforçada, que só precisa de uma oportunidade para mostrar seu potencial.

É lamentável quando chegamos em algum órgão ou departamento público e não encontramos rampas de acesso, ou quando tem, está interrompida por um carro estacionado bem  em frente a rampa. Outro ponto que há o desrespeito é quando tem uma vaga no estacionamento, destinado ao deficiente e uma pessoa considerada “normal”, infringe o regulamento de trânsito e estaciona naquele local. São esses pequenos detalhes que fazem uma grande diferença na vida das pessoas com deficiência.

Eu sendo uma pessoa com deficiência, nunca sofri diretamente um preconceito verbal, apenas estrutural, pois minha cidade ainda não oferece a estrutura necessária para dá uma liberdade maior para uma locomoção livre e individual.

Assim como na célebre frase de Terêncio:

“Enquanto houver vida, há esperança”

Esperamos um dia ver o Brasil bem desenvolvido, autossuficiente, sem desigualdade, sem corrupção e com as leis sendo exercidas corretamente, saindo do papel e indo para a prática, só assim teremos um país melhor para se viver.

Texto de Wanderson Guilherme, especialmente para o blog. 

Recomendado para você