Ancoradouro

Cristãos são perseguidos e mortos no Natal

120 3
Ataque no mercado em Bagdá once concentra população de cristãos. Foto: Reuters

Ataque no mercado em Bagdá once concentra população de cristãos. Foto: Reuters

Em Bagdá, pelo  menos 34 cristãos foram mortos nesta quarta-feira, dia 25, em dois  ataques com carro bomba,um  no final da missa de Natal, outro no mercado, localizado  no Distrito de Doura, no sul da capital, onde se concentra parte da Comunidade cristã daquele país. Mais de 50 pessoas ficaram feridas.

“A comunidade cristã no Iraque é estimada entre 400 mil e 600 mil pessoas e tem  sofrido frequentes ataques da Al Qaeda e de outros grupos de radicais“, informou o jornal Estadão.

O Jornal O Povo publicou no dia 24 uma matéria especial sobre os cristãos que são perseguidos. Pelo menos 9.000 deles são assassinados por ano. “Reina o silêncio sobre os cristãos perseguidos“, denunciou Andrea Riccardi, fundador do movimento católico Comunidade de San Egidio, em um editorial publicado na segunda-feira no jornal italiano Il Corriere della Sera.

Para o grupo evangelista norte-americano, Open Doors, países como Coreia do Norte, Arábia Saudita, Afeganistão, Iraque, Somália, Maldivas, Mali, Irã, Iêmen e Eritreia figuram na lista negra das nações com mais perseguições.

No Brasil

No Brasil os cristãos ainda não vivem o martírio vermelho como é conhecida a perseguição de morte, mas o martírio branco, aquele que acontece de forma moral. A fé cristã com seus elementos sagrados são dissecados, expostos como ridículos em Praça Pública.

Exemplo disso, neste natal, foi o vídeo produzido pelo grupo Porta dos Fundos, no qual fazem uma releitura de passagens bíblicas com deturpações, palavrões e críticas ácidas à fé.

Personagens usam palavrões misturados á citações bíblicas.

Personagens usam palavrões misturados à citações bíblicas.

A jornalista Narlla Sales, de Brasília,  analisou o episódio para além da esfera religiosa. “Não é bem uma questão religiosa, analisando de modo geral e desapaixonado, é uma perda da noção completa do que pertence ao outro, do patrimônio alheio. É, digamos, um roubo, um assalto social. Uma afronta, um crime“.

Natal sem o aniversariante 

Quem teve coragem de falar em rede nacional sobre a descaracterização de uma das  festas mais importantes para o mundo cristão foi a também jornalista Rachel Scherezade. Em seu comentário, a âncora afirmou que Cristo, assim como na noite de seu nascimento, hoje, continua sem espaço para repousar.

Confira a íntegra do comentário:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=U1ibWV0yNps[/youtube]

“Sabe quem vai faltar na festa de Natal? O aniversariante do dia!

Como na noite do seu nascimento, ninguém lhe abriu as portas, e Jesus não tem onde repousar.
Não há espaço para ele nas casas dos hipócritas, de ceias fartas e corações vazios…

Jornalista critica Natal sem o aniversariante.

Jornalista critica Natal sem o aniversariante.

No teatro do Natal, entre simpáticos papais noéis, pinheiros reluzentes e embrulhos de presentes, Cristo passa até despercebido.
Como se o “bom velhinho” fosse fato e o bom Deus é que fosse lenda!
Eu não acredito no Natal-consumo, de gentilezas fugazes, do altruísmo anual…
Natal são as boas novas eternas de um Deus que se fez servo, do verbo que se fez carne, do profeta que revolucionou o mundo pela paz e pelo amor.
E é por amor a esse Deus-menino que os cristãos genuínos celebram o verdadeiro Natal:
 
“Nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor! Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens de boa vontade…”

 

 

Recomendado para você