Ancoradouro

Grupo católico de tradicionalistas radicais "excomunga" Papa Francisco

641 16
papaFRANCISCO

Papa Francisco

O papado de Francisco tem  despertado a ira de alguns poucos grupos ultraconservadores, como o dissidente que se autoproclama o Patriarcado Católico Bizantino, proclamado por sete bispos da Igreja Ortodoxa Grega Católica Ucraniana em 2011. Em agosto de 2013 o grupo  lançou um “anátema”, uma espécie de excomunhão, contra o Pontífice católico.

Segundo informações do Jornal O Globo o motivo da excomunhão foram as declarações do Papa durante entrevista em sua volta da Jornada Mundial da Juventude quando afirmou que “se uma pessoa é gay, busca o Senhor e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la”. Juntou a isso o que o grupelho – como define o jornal – entende como aversão às pompas e opção de Francisco pela simplicidade e abdicação de alguns paramentos.

Francisco Bergoglio está excluído, portanto, do Corpo Místico de Cristo. Cada bispo e sacerdote, como cada católico, está obrigado a se afastar do que ele propôs”, disse Elias, responsável pelos extremistas no texto do anátema.

Leia também:

Apresentadora evangélica desabafa sobre críticas que recebeu por ter elogiado Papa Francisco

“Nunca percamos a esperança”, diz bispos de São Paulo sobre tragédia com família de PMs

De forma alguma a sentença pode ser levada a sério. O mesmo grupo já excomungou Bento XVI e – pasmem – João Paulo II. Também na lista dos condenados encontram-se cardeais e bispos que participaram da reunião entre religiões de Assis de 1986 e 2011; o patriarca ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I; o patriarca ortodoxo de Moscou, Kiril; entre outros religiosos.

Ainda segundo o jornal  “alguns creem que este grupo se relaciona com os serviços secretos ucranianos. Dificilmente pode ser levado a sério – disse um prelado católico especialista no assunto”.

Fato que chama a atenção  é  a proliferação, na internet, de  blogs e sites ligados a grupos ultratradicionalistas. No Brasil existem alguns, não ainda com o  rigor do grupo citado acima, mas que caminham para isto. São alguns poucos que querem se apresentar mais católicos que o papa.

Recomendado para você