Ancoradouro

Homem de 93 anos deixa seita muçulmana e recebe o batismo

127 1

 O  nome dele é Ibrahim Karim Bow-ltaif, libanês nascido próximo à Beirute.  Há 60 anos  mora  no Brasil. Veio fugido de brigas políticas e familiares. Seu Ibrahim pertencia à comunidade religiosa dos Drusos, seita muçulmana.

Ex-druso batiza-se na Fé Católica.

Ex-druso batiza-se na Fé Católica.

Casou-se ainda adolescente, aos  14 anos e teve 6 filhos no Líbano. No brasil ele teve mais 5 filhos.  Sua única simpatia pelo cristianismo se dava pela paixão à Nossa  Senhora de Fátima. Fora isso não queria conversa sobre a religião.

Os evangelizadores de Ibrahim foram  o filho Kamel e o neto Michel, ambos consagrados na Comunidade Católica Shalom. Por motivos de saúde o avô precisou passar um longo período no hospital, ocasião para o neto apresentar a beleza da fé cristã.

Michel se tornou seminarista e recebeu apoio do avô ainda muçulmano. Depois de um longo tempo de diálogo e evangelização Ibrahim aceitou receber o batismo. O desejo da família se tornou um pedido do ancião.

O esperado momento aconteceu no dia de São José, padroeiro universal da Igreja. O Pe. João Triboba, de origem polonesa, sacerdote Salvatoriano que tem por missão “tornar todos os povos discípulos de Jesus, Salvador”, conferiu os sacramentos do batismo, crisma e unção dos enfermos a Ibrahim. Domingo receberá pela primeira vez a Eucaristia.

“Para mim foi um divisor de águas propício à  reconciliação com meus familiares libaneses que nem conheço. Também  testemunho a história de um homem que foi lavado pela misericórdia de Deus. O  Pe. João nos disse que ele era como um recém-nascido pois todos os seus pecados foram perdoados e ele recebeu indulgência plenária e segundo o padre todas as suas penas pelos seus pecados foram destruídas”, reflete o neto Michel.

 Confira fotos da celebração (Reprodução de arquivo pessoal – Michel Bow-ltaif

 

Recomendado para você