Ancoradouro

Comunidade Canção Nova tem Reconhecimento Pontifício definitivo outorgado pelo Vaticano

82 1

A Comunidade Canção Nova está em festa e não é para menos. A instituição recebeu o Reconhecimento Pontifício Definitivo outorgado pelo Vaticano no dia 29, data dedicada à celebração dos Apóstolos Pedro e Paulo.

“Nós estamos num momento muito importante: fomos aprovados definitivamente pela Santa Sé. E isso é motivo de regozijo!”.  Monsenhor Jonas Abib,fundador da Comunidade Canção Nova. 

A história da Canção Nova começou em 1978 quando o padre Salesiano Jonas Abib junto com 12 jovens foram interpelados pelo pedido  de Dom Antônio Afonso de Miranda, bispo emérito de Taubaté (SP) que pedia: “Faça alguma coisa”.

A Comunidade cresceu, foi uma das primeiras do país a revelar o novo estilo de carismas que passaram a ser chamados na Igreja de Novas Fundações ou Novas Comunidades. ” A sede desta comunidade ligada ao Movimento Católico Carismático está situada entre o Rio de Janeiro e São Paulo, no município de Cachoeira Paulista (SP)”, descreve o site da instituição que hoje possui mais mil membros.

Luzia Santiago e padre Jonas Abib no início da Canção Nova.

Luzia Santiago e padre Jonas Abib no início da Canção Nova.

missa-300x202

Uma das primeiras missas na Chácara Santa Cruz

Experiência pessoal 

Tive a alegria de conhecer a Canção Nova em 2012 quando fui conhecer a sede da instituição e aproveitar para fazer um retiro pessoal.

Foi uma experiência única. O acolhimento, a organização do local e a paz lá encontrada só testemunham que a Obra é um dom de Deus.

Encravada no Vale do Paraíba a instituição é um pólo irradiador de graças para todo o país. Semanalmente recebe centenas – e em alguns, milhares – de pessoas que buscam uma experiência com Deus. Há também aqueles que vão por curiosidade e acabam tendo seu encontro pessoal com Deus. 

O Rincão, a Casa de Maria, o Cruzeiro e agora o Santuário do Pai das Misericórdias passam a fazer parte da memória de quem fez a experiência de conhecer um local tão belo e cheio de Deus. É impossível ir à Canção Nova e não render um louvor a Deus pela vida de Monsenhor Jonas Abib que teve a coragem de ouvir a Deus e por em práticas seus planos contra toda adversidade.

Confira imagens:

foto0308 Foto0320 Foto0336 Foto0345 Foto0346 Foto0349 Foto0350 Foto0351 Foto0356 Foto0361 Foto0362 Foto0363 Foto0364 Foto0387 foto0392

Confira a notícia pulicada no site Canção Nova sobre o Reconhecimento Pontifício Definitivo 

O dia da Solenidade de São Pedro e São Paulo, celebrado neste domingo, 29, tornou-se uma data histórica para a Canção Nova. O decreto da Santa Sé que concede o Reconhecimento Pontifício Definitivo à Canção Nova foi assinado pelo Pontifício Conselho para os Leigos, órgão do Vaticano responsável pelos Movimentos e Novas Comunidades.

Em 2008, a comunidade foi reconhecida pela Santa Sé com um decreto em caráter ad experimentum, procedimento comum nesse tipo de processo. O documento foi assinado, no dia 12 de outubro de 2008, e entregue ao monsenhor Jonas Abib, no Vaticano, no dia 3 de novembro do mesmo ano. Desde então, a Canção Nova aguardava pela aprovação definitiva.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=AqJOWNvJOMk[/youtube]

Monsenhor Jonas afirma que recebeu a notícia do reconhecimento definitivo com muita alegria e gratidão. “Gratidão a Deus e também a tanta gente que trabalhou para que isso acontecesse. Agora já é um fato, e nós só podemos dizer: ‘Graças a Deus!’”.

Neste ano em que monsenhor Jonas completará 50 anos de sacerdócio, receber o reconhecimento dessa obra fundada por ele é um presente. “Para mim é um coroamento. Eu dediquei a minha vida afunilando-a na Canção Nova. Não imaginava que seria assim. E ela sendo aprovada, agora, definitivamente pela Santa Sé, é um presente maravilhoso”, destaca.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=M0DOmcwhrAk[/youtube]

A cofundadora da Comunidade Canção Nova, Luzia Santiago, lembra que, na semana passada, monsenhor Jonas recebeu um documento que dizia da proximidade do reconhecimento. Desde esse momento, a alegria tomou conta do seu coração. “É a confirmação de que estamos no caminho (…) A Canção Nova, nesses anos todos, evangelizou com esse ardor missionário do encontro pessoal com Cristo, na sua maneira simples de fazer, na força e na graça do Espírito Santo. Isso dá entusiasmo e precisamos nos alegrar”.

 

Recomendado para você