Ancoradouro

Porta-Voz do Templo Satânico defende casamento homossexual como sacramento Luciferino

Uma entrevista de Doug Mesner ao Metro Times gerou  muita polêmica e repercussão. Hoje, Mesner se tornou Lucien Greaves, porta-voz para o Templo Satânico dos Estados Unidos, grupo que se tornou conhecido por ter convertido o fundador da igreja Batista de Westboro Fred Phelps à homossexualidade e por tentar erigir uma estátua satânica para crianças em  Oklahoma ao lado de uma imagem dos “Dez Mandamentos”.

Imagem: The Satanist Temple

Imagem: The Satanist Temple

Segundo Greaves,  as restrições ao aborto violam as crenças religiosas satânicas e o “casamento” homossexual é um “sacramento” da religião diabólica. Ele acrescentou que o objetivo atual do Templo Satânico é ter lobistas em Washington D.C., para passar leis que amparem a “religião de Satanás”.

Ele atacou o governador de Michigan, Rick Snyder, porque “vem tentando tornar insustentável para as mulheres a interrupção da gravidez”. “Nós sentimos que devemos proteger com isenção religiosa as mulheres de procedimentos supérfluos, como o ultrassom transvaginal”, disse Greaves explicitando a “religião luciferina”.

Na entrevista, Mesner é indagado sobre os direitos dos gaus, ao que responde: “Uma das coisas com que fortemente nos importamos é o direito dos homossexuais.Para nós, acrescentou, o casamento [homossexual] é um sacramento. Nós o reconhecemos, e achamos que o Estado teria que reconhecer o casamento por motivos de liberdade religiosa“.

O Templo Satânico, através de seu site, prontifica-se a casar pares homossexuais de Michingan (foto) como forma de combater a decisão do  governador Rick Snyder que proíbe a prática naquele estado.

Com informações dos sites Libertar e IPCO.

Recomendado para você