Ancoradouro

Marta Suplicy (PT) ameaça por decreto presidencial retirar tutela do Cristo Redentor da Cúria do Rio de Janeiro

4 6

Até que ponto pode chegar o intervencionismo do Governo Federal? No Brasil,parece não ter limites. O jornalista Merval Pereira publica no Blog do Noblat uma informação que chegou de Brasília, classificada por ele de “bizarra”, e que pode ter “implicações mais graves”.

Marta Suplicy, Ministra da Cultura.

Marta Suplicy, Ministra da Cultura.

 

De acordo com o jornalista “no impasse acerca do filme de José Padilha sobre o Rio, que a Cúria Metropolitana vetou inicialmente por considerar que a figura do Cristo Redentor havia sido desrespeitada, mas depois liberou, a ministra da Cultura Marta Suplicy fez chegar ao cardeal Dom Orani Tempesta uma ameaça de, através de um decreto presidencial que já estaria pronto, retirar da Igreja Católica a tutela sobre a imagem que está implantada no Parque Nacional da Tijuca, sob o controle da União.

Antes de ser um símbolo do Rio de Janeiro, o Cristo Redentor é um santuário católico, que tem abaixo do monumento uma capela dedicada à padroeira do Brasil Nossa Senhora Aparecida.

Não há relação oficial entre a liberação do filme e o possível decreto, mas o sinal de alerta se acende e os católicos se posicionam indignados na internet contra a Ministra da Cultura, Marta Suplicy, um dos ícones do PT (Partido dos Trabalhadores).

Observe reação de internautas (da página oficial de O Globo)

cristo redentor rio tutela ameacada

Em nota, Marta Suplicy nega que tenha havido a pressão. “O único contato que mantive com o Cardeal Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, foi há três semanas quando lhe telefonei para saber como estava a situação sobre o uso da imagem do Cristo em filme do cineasta José Padilha. O Cardeal disse que já estava tudo resolvido, e toda conversa foi de forma amistosa“, conclui a ministra.

 

Recomendado para você