Ancoradouro

Casal incentiva masturbação infantil pelo Youtube

1065 4

“Fio Terra”, “Sex Toys”, “Técnicas para aumentar o pênis”, “Masturbação”. A lista de temas pesados aqui descritos não foram retirados de algum site de conteúdo adulto. Não! São temas de vídeos feito por um casal que destina um deles ao público infantil. 

Casal incentiva masturbação infantil na internet.

Casal incentiva masturbação infantil na internet.

Inusitado também é o nome do webprograma, grafado com letras coloridas e temática visual infantil: “Vem transar com a gente”. No vídeo “masturbação infantil”, o Casal Nizo Neto e Tatiana Presser ensinam que a prática da masturbação infantil deve ser encarada como algo normal e que a vivência da sexualidade das crianças deve ser respeitada pelos adultos.

A masturbação infantil e a vivência da sexualidade infantil é considerada por  Tatiana Presser como algo que será de “fundamental importância para sua performance sexual no futuro”.  E continua: ” A masturbação – em especial no homem – durante a infância é muito importante porque essa forma que ele  aprendeu é que  vai dedicar (?) pelo resto da vida”. A criança que aprende a se masturbar rápido terá ejaculação precoce quando se tornar adulto, diz o ensinamento tosco  do casal que não respalda nenhuma de suas afirmações com dados científicos

De acordo com os educadores (?) os pais não devem “encher o saco das crianças” quando elas quiserem acariciar seus órgãos genitais.  Nizo foi mais longe e classificou essa atitude descrita pela parceira de “repressão” e usa termos chulos para falar sobre o tema. 

O apresentador relata para o público omo foi sua primeira experiência de masturbação. Ao dizer que foi aos 12 anos, a mulher retruca dizendo “que foi tarde”.  Nizo  ainda classifica como “experiência erótica” o recém-nascido ao mamar no seio da mãe para sugar o leite.

“O importante é levar isso numa boa, sem reprimir”, diz a mulher e o homem arremata com o convite nojento dirigido às crianças: “vão masturbar aí galera”. “Pelo amor de Deus deixa a culpa para lá e vai se masturbar feliz. Deixa os meninos, tá! Por favor”, finaliza Tatiana que promete voltar com outro vídeo.

As crianças, bem como qualquer pessoa tem acesso ao vídeo que está publicado na plataforma de vídeos do Youtube sem nenhuma classificação ou indicação de conteúdo adulto.

Os internautas têm denunciado a publicação  no próprio canal do Youtube e à Polícia Federal pois o consideram impróprio para estar no Youtube.  O vídeo que conta com mais de 15 mil visualizações possui mais de 10% de negativação. 

Denúncias no Youtube (imagem ilustrativa abaixo)

Link para denunciar: https://www.youtube.com/watch?v=_tMQ08d2WP0&list=UUFuU6UzTX8ESP3NO6bcTsdA

– Clicar no símbolo do polegar para baixo;

– Clicar no ícone da bandeira e seguir como orienta a plataforma

conteudo sexual 2

Denúncia ao site da Polícia Federal:

– Clique no link http://denuncia.pf.gov.br/ e preencha os campos.

conteudo sexual 3

 

 

Recomendado para você