Ancoradouro

Morte de Campos: como fica o futuro das eleições?

Artigo de autoria de Cleiton Ramos

Rio de Janeiro –  Com a tragédia envolvendo a morte do candidato à presidência Eduardo Campos, o cenário político muda completamente.

Eduardo Campos na tv site

Eduardo tinha 10% das intenções de votos, o que levaria as eleições para segundo turno. Com a morte do pernambucano, as eleições serão polarizadas entre Aécio e Dilma, o que pode resultar em uma vitória da candidata petista no primeiro turno.
Entretanto, existe a possibilidade do PSB indicar Marina Silva, vice de Campos na chapa, para concorrer a presidência.
Marina bem popular entre os jovens levaria os votos de Eduardo, e arrancaria muitos votos de Dilma, podendo até mesmo chegar ao segundo turno no lugar do candidato tucano.

O PSB tem dez dias para indicar um novo candidato para concorrer as eleições.

Aguardemos.

Recomendado para você