Ancoradouro

Ex-traficante diz que Legalizar Maconha não resolve problema do Tráfico

123 1

José Cosme de Oliveira, ex-traficante e um dos fundadores do Comando Vermelho, posicionou-se contra a Legalização da Maconha, Sugestão Popular discutida no Senado Federal com a relatoria do senador Cristovam Buarque (PDT – DF).

Cantor Cosme é ex-traficante de drogas.

Cantor Cosme é ex-traficante de drogas.

Cosme, como é conhecido, contou sua história de superação para um público de 30 mil pessoas que estiveram reunidos em Fortaleza na tarde  de uma segunda-feira, do dia 29 de setembro. Ao Blog contou um pouco de sua história. “Com 13 anos comecei a fumar maconha, Depois, com 14 anos já estava vendendo drogas pelas ruas do Rio de Janeiro, na Cidade Alta, Barra da Tijuca e Vigário Geral.Depois passei a me envolver com assaltos e em seguida a traficar, depois que conheci traficantes que estavam no meio do Comando Vermelho. Na verdade, foi aí que comecei a me envolver com a organização“, expôs.

Quanto à Legalização da Maconha, Cosme não entende como saída ara resolver problema algum. ” Eu não vejo na Legalização [da Maconha]uma bia medida. Ela  possui  um princípio ativo que faz com que o  jovem deseje consumir cada vez mais drogas. “, disse. De forma alguma, na opinião do agora cantor, a Maconha acabará com o tráfico. “ O traficante sempre arranjará uma forma criminosa de existir”, explicou.

Público de 30 mil pessoas diz não à Legalização da Maconha.

Público de 30 mil pessoas diz não à Legalização da Maconha.

 

“O jovem já está se destruindo bastante com o consumo exagerado  do álcool  e do cigarro, ainda vamos colocar a Maconha na vida dele? Eu tenho certeza que a Maconha vai abrir a vida dele para a cocaína, a heroína, LSD e para o Crack e o nosso problema de saúde pública será ainda maior“, argumentou.

A história e o posicionamento de Cosme foi recebido com aplausos pelo público. Muitos desconheciam que o assunto estava sendo debatido no Senado Federal. “Por que isso está sendo tratado tão escondido, dia de segunda-feira e em período de eleições?”, perguntou Nilzete Gomes que percorreu 250 km para participar do evento. 

O evento foi transmitido pela Rádio Shalom 690 AM, a segunda mais ouvida na categoria AM de acordo com a pesquisa do IBOPE. A emissora passará a informar os ouvintes sobre as audiências públicas acerca da Legalização da Maconha. A próxima acontecerá dia 13 de outubro na Comissão de Direitos Humanos. 

Mais informações sobre a Legalização da Maconha acesse:

Página Brasil Sem Drogas : https://www.facebook.com/movimentobrasilsemdrogas?fref=ts

Canal Verdade Online : https://www.youtube.com/channel/UCF_2E_i8qwK-APy6howqs5w

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=_2AUkjjyKHc[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=7HbMbMs5Btc[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=MouMYMjEwsk[/youtube]

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=s_r-PG-b63I[/youtube]

 

Recomendado para você