Ancoradouro

Ativistas Beijam-se e fazem pose erótica em frente à Igreja Católica

No senso comum de qualquer pessoa em sã consciência Igreja é um local que inspira repeito, para quem frequenta é um espaço sagrado. Não é assim que alguns manifestantes favoráveis à promoção da cultura LGBT enxergam. Na tarde deste sábado,dia 3, por exemplo, ativistas do grupo  Bastardxs escolheu a frente da Igreja da Candelária no Rio de Janeiro para uma performance agressiva à fé.Ativista protagonizaram ato de desrespeito.      Ativista protagonizaram ato de desrespeito.

Seminuas, com coroa de plástico de espinho na cabeça, alusiva a de Cristo, deitaram-se em cima de uma cruz feita de papel, beijaram-se e abraçaram-se recordando  a relação sexual entre lésbicas. Em outro momento,  beijaram-se na boca a título de “protesto” em local público.  As duas estavam de seios à mostra em pleno dia. 

Curiosamente as manifestantes pediam respeito e a criminalização da homofobia. Fizeram  isso desrespeitando a fé de milhões de brasileiros e supostamente cometendo um crime a julgar pelo que determina o artigo 233 do Código Penal Brasileiro:

Art. 233 do Código Penal- Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:
Pena – detenção, de 3 meses a 1 ano, ou multa.
– ato obsceno: é o ato revestido de sexualidade e que fere o sentimento médio de pudor – ex.: exposição de órgãos sexuais, dos seios, das nádegas, prática de ato libidinoso em local público, micção voltada para a via pública com exposição do pênis, “trottoir” feito por travestis nus ou seminus nas ruas etc.

bastardxs 2

Recomendado para você