Ancoradouro

TV Senado não reprisa audiência sobre a Legalização da Maconha. Censura?

244 1

As cinco primeiras Audiências Públicas sobre a legalização da maconha para uso recreativo, industrial e medicinal foram reprisadas pela TV Senado, em horário nobre, às 21h, o que não aconteceu com o 6º  encontro, o único que contou com a mesa composta por atores sociais contrários à legalização da erva.

Senador Magno Malta (esq.) participou pela primeira vez da audiência.

Senador Magno Malta (esq.) participou pela primeira vez da audiência.

O fato causou estranheza aos telespectadores dando margem para  dúvidas como a possibilidade  de censura   por parte da emissora já que a audiência foi marcada por uma grave denúncia do Senador Magno Malta (PR-ES). O capixaba entregou ao senador relator Cristovam Buarque um DVD com imagens de um militante pró-maconha traçando estratégias através de vídeo conferência para manipular o debate sobre o tema no Senado. A intervenção de Malta  pode coloca em xeque o relatório final sobre o uso medicinal da maconha que será entregue até o final do ano. 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=oUJo-e41ilI[/youtube]

Reproduzindo  a fala do vídeo, Magno Malta explica que o protagonista da filmagem sugere que se acabe “com essa história de recreação, tem muita gente que não quer”. Ainda é cogitado pelo líder separar-se do Projeto do deputado Jean Wyllys pois dificulta muito o debate. Em seguida veio a parte mais delicada da apresentação do vídeo onde o Malta reproduz mais um trecho da fala: “Vamos trabalhar só com a legalização medicinal, inclusive eu tenho falado isso em off com o senador Cristovam“.

Magno Malta ainda denunciou  interesses escusos por trás da tentativa de legalizar a maconha no Brasil. “Existem grupos financistas absolutamente fortes interessados na industrialização da maconha. Em fico imaginando, senador, a maconha legalizada neste paí que  tem infraestrutura que interessa ao senhor George Soros e tantos outros porque temos portos, aeroportos, uma fronteira seca absolutamente favorável aos nossos vizinhos. Este país se tornará [com a legalização da maconha] o centro da maior contravenção do mundo”, advertiu Malta.

Os telespectadores podem reclamar pela não-exibição da audiência neste link, aqui, e através do telefone 0800 612 612 

Acompanhe  informações sobre a Legalização da Maconha no Brasil através da página Brasil Sem Drogas, aqui, e o canal de vídeos Verdade Online,aqui.

 

 

Recomendado para você