Ancoradouro

"É preciso reler o Evangelho pela ótica gay", escreve Frei Betto

O frade dominicano e escritor Frei Betto publicou um polêmico artigo no Jornal O Globo intitulado “Deus é gay”?

Frei Betto.

Frei Betto.

Ovacionado pelos seguidores da Teologia da Libertação e setores da sociedade  que toleram uma Igreja subtraída de sua Moral e Tradição, o religioso tenta justificar suas palavras na conduta do Papa Francisco, sequestrada para justificar sua tese de que a Igreja deve adotar uma leitura homossexual das escrituras. 

Betto afirma  que “nunca antes na história da Igreja um papa ousou, como Francisco, colocar a questão da sexualidade no centro do debate eclesial: homossexualidade, casais recasados, uso de preservativo etc.”. A citação do Frei que também é jornalista é no mínimo uma desinformação . Todos estes temas foram abordados com amplitude  por São João Paulo II em sua Teologia do Corpo.

A exortação apostólica Familiaris  Consortio foi ousada ao tocar nestas realidades e é normal que seu ensinamento precise  ser relembrado e atualizado, mas não apenas   a partir  de uma leitura  sociológica.

Frei Betto escreve  que existem muitos seminaristas, padres e bispos gays. Prossegue destilando seu veneno asseverando que  estes homens são “vitimizados pela Igreja “. E mais: “É preciso reler o Evangelho pela ótica gay”, pede o agostiniano que deve fazer tremer no túmulo o santo de Hipona.

Lula e Frei Betto

Lula e Frei Betto

Frei Betto é autor de 59 livros, viaja todo o país proferindo palestras em entidades católicas, prega retiros de grupos ligados à TL. Foi um dos principais conselheiros de Lula, subiu com ele a rampa do poder e teve direito a sala particular no quarto andar do Palácio do Planalto. 

 

Recomendado para você