Ancoradouro

Assembleia Legislativa] A Igreja é "perita em humanidade" diz padre em discurso sobre a Campanha da Fraternidade

/ancoradouro/2015/03/16/assembleia-legislativa-a-igreja-e-perita-em-humanidade-diz-padre-em-discurso-sobre-a-campanha-da-fraternidade/
630 Seja o primeiro a comentar

A Campanha da Fraternidade 2015 (CF 2015), que tem como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir”, foi celebrada em sessão especial no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa, na manhã desta segunda-feira (16/03). O evento atendeu ao requerimento dos deputados Professor Teodoro (PSD) e Carlos Matos (PSDB).

carlos matos 2

Foto: Assembleia Legislativa/ Junior Pio

 O deputado Professor Teodoro destacou que, além de discutir a fraternidade e o papel dos cristãos na cidadania, a Campanha da Fraternidade 2015 também aborda a reforma política e a participação popular nas decisões do País. “É importante que cada cristão faça a sua parte na sociedade”, afirmou.

Já o deputado Carlos Matos (PSDB) defendeu a atuação da Igreja nas decisões políticas do Brasil e ressaltou a importância da Campanha da Fraternidade. “A resposta para quem busca sentido na vida e acha que o mundo está sem esperança é Deus. É por isso que a Igreja deve participar ativamente da sociedade e educar para a vida e para a fraternidade”, disse.

O  reitor do Seminário Propedêutico de Fortaleza, padre Rafhael Silva Maciel, se pronunciou sobre a importância da  iniciativa. “O  tema da Campanha da Fraternidade deste ano nos recorda que a origem de muitas cidades, por exemplo, se deram em redor da Igreja . É de vital importância a presença da Igreja para a humanidade”, explicou o padre.

Padre Rafhael Maciel

Padre Rafhael Maciel

Recordando o Papa Paulo VI o sacerdote destacou a Igreja como uma instituição “perita em humanidade”, “pois onde há algo que diz respeito ao homem a Igreja tem uma palavra para aquela situação”, disse.

Foto:  Junior Pio

Foto: Junior Pio

O coordenador arquidiocesano pastoral e pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima, padre Francisco Ivan de Souza, comentou que a religião não está diretamente ligada ao sistema político, mas ela pode auxiliar nas discussões políticas. “Mesmo não estando ligada, tanto a Igreja como a política devem andar juntas, já que estão a serviço dos seres humanos para o melhor”, avaliou.

Mais sobre a Campanha da Fraternidade 

A Campanha da Fraternidade 2015 é uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que congrega 10 mil paróquias em todo País, e é desenvolvida desde 1963, no período da quaresma.

Com informações do site da Assembleia Legislativa