Ancoradouro

Cavalo de Tróia] Câmara deseja criar comissão para legalizar o aborto

Está tramitando na Câmara dos Deputados o PRC 107/2015, que visa criar uma Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, com um dos objetivos principais sendo acompanhar a aplicação dos acordos e das convenções internacionais relacionados com os direitos das mulheres.

unnamed

Contudo, o que isso significa? Embora não haja nenhum acordo internacional assinado pelo Brasil que nos obrigue, há um trabalho intenso na ONU para passar a impressão de que o país teria se comprometido, ao assinar convenções internacionais de direitos humanos, a legalizar o aborto.

Mesmo não sendo verdade, muitos têm utilizado essa falsa informação para tentar convencer os deputados do compromisso brasileiro de legalizar o aborto, apesar da maioria da população ser contrária a isso!

Além disso, já existem atualmente pelo menos três instâncias na Câmara para tratar os direitos das mulheres: a Comissão Parlamentar Mista Permanente para a Violência contra a Mulher, a Secretaria das Mulheres da Câmara e a Procuradoria da Mulher, também da própria Câmara.

Dessa forma, é necessário que haja cautela com a criação da Comissão proposta pelo PRC 107/2015 e, mais do que isso, que seja explicada,principalmente para o Deputado Eduardo Cunha, a malícia desse projeto (pois ele é presidente da mesa que protocolou esse projeto e tem o poder de arquivá-lo) e pedir que ele não permita que isso aconteça, pois ele mesmo é contrário ao aborto e estão tentando usá-lo para introduzir essa Comissão com intenções maliciosas.

Contatos do Deputado Eduardo Cunha:

Telefone: (0xx61) 3215-5510 / 3215-8000 / 3215-8004 / 3215-8005
E-mail: presidencia@camara.gov.br / dep.eduardocunha@camara.leg.br

Entre em contato com o Deputado e explique o que está acontecendo e peça para que ele arquive o projeto!

As informações são do site de Padre Paulo Ricardo.

Recomendado para você