Ancoradouro

Lava Jato] Bispos falam aos fiéis sobre desdobramentos da operação contra a corrupção no país

253 6

Dom Darci  José Nicioli, bispo auxiliar de Aparecida, em São Paulo e  presidente da Comissão para a Comunicação da CNBB mostrou sintonia política com o povo brasileiro ao comentar neste domingo, dia 6, episódio que remeteu aos desdobramentos da Operação Lava Jato.

Bispos orientam fiéis.

Bispos orientam fiéis.

“Peça, meu irmão e minha irmã, a graça de pisar a cabeça da serpente, de todas as víboras que insistem e persistem em nossa vida, daqueles que se autodenominam jararacas. Pisar a cabeça da serpente. Vencer o mal pelo bem. Por Cristo, Nosso Senhor…”, pediu o bispo durante momento de oração transmitido em rede nacional pela TV Aparecida direto do Santuário Nacional.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=xK2eNQn8KRA[/youtube]

Muitos entenderam que o Dom Darci se referia a Luiz Inácio Lula da Silva, cidadão que após  depoimento à Polícia Federal, em discurso para um pequeno grupo de militantes do partido se autodenominou uma Jararaca. “Se quiseram matar a jararaca não bateram na cabeça, acertaram o rabo. E a jararaca está viva como nunca esteve”, esbravejara Lula ao séquito.

Outro bispo que orientou os fieis quanto aos últimos acontecimentos no país foi Dom Henrique Soares, que pastoreia a Igreja de Palmares dos Índios, em Pernambuco. A menagem de Dom Henrique  recebeu mais de 1.200 reações e mais de 600 compartilhamentos em sua página no Facebook que possui quase trinta mil seguidores.

Dom Henrique Soares

Dom Henrique Soares

“Hora difícil do nosso País!Mas, também hora de pensar, de refletir com seriedade. Como filho desta Pátria, não posso e não quero ficar calado!”, começa Dom Henrique ao desenvolver um texto lúcido e elucidador que prossegue elogiando o trabalho do “Ministério Público Federal, Polícia Federal e o Juiz Sérgio Moro”.

Dom Henrique lamenta o descrédito nos políticos brasileiros nestes poucos anos de democracia. De acordo com o pastor eles não estão à altura do povo, povo este a quem ele dirige um apelo:“Devemos nos manifestar! Devemos exigir uma saída institucional e constitucional para a crise! O povo deve mostrar sua indignação e sua determinação de construir um Brasil honesto, justo, livre de corrupção e de engôdos ideológicos!”.

No último parágrafo o bispo faz uma petição que traça o perfil de um político populista, figura muito comum na conjuntura da América Latina. “O Senhor abençoe a nossa Pátria e dê ao povo brasileiro coragem de tomar sua história nas mãos, sem falsos messias, sem salvadores da pátria, sem enganadores pais dos pobres, sem demagogos que gritam mas não explicam, criando cortinas de fumaça ao invés de esclarecer.”