Ancoradouro

Sangue sobre a Cruz] Deputado Carlos Matos cobra posicionamento da Comissão de Direitos Humanos da AL sobre monólogo apresentado na UFC

79 2

O deputado Carlos Matos (PSDB) cobrou, no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira, dia 31, esclarecimentos à Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia sobre o monólogo Histórias Compartilhadas, apresentado durante um seminário sobre gênero e sexualidade da Universidade Federal do Ceará – UFC.

Escute o pronunciamento de Carlos Matos

O parlamentar informou que irá elaborar um requerimento solicitando que a Comissão convide a representação da UFC à Assembleia Legislativa-AL  para prestar esclarecimentos sobre a peça, bem como sobre a nota publicada pelo reitor da instituição. “Queremos saber se os direitos humanos estão sendo respeitados ou não. Há fortes indícios de ofensa ao Código Penal e tal fato não pode ser acobertado ou negligenciado pela universidade”, afirmou.

Terço em desagravo ao vilipêndio foi realizado na quarta-feira, às 18h30.

Terço em desagravo ao vilipêndio foi realizado na quarta-feira, às 18h30.

Para Carlos Matos, a produção não pode ser caracterizada como arte e ainda desrespeitou a fé dos cristãos. Segundo ele, “ter fé ou não é um direito de cada um, essa não é a discussão. Agora, fazer ativismo político e debochar de um símbolo que representa a fé da maioria dos cidadãos brasileiros e chamar isso de modernidade não está correto. A universidade precisa esclarecer o episódio e ser firme na apuração do ocorrido e na responsabilização dos envolvidos”. O parlamentar qualificou como “vazia e omissa” a nota divulgada pela universidade em resposta às críticas à produção veiculadas na rede social.

Recomendado para você