Ancoradouro

"Foi um Kairós" define seminarista sobre retiro promovido pelo Shalom

52.91.176.251 /ancoradouro/2016/07/09/foi-um-kairos-define-seminarista-retiro-promovido-pelo-shalom/
1414 Seja o primeiro a comentar

Jefferson Márcio definiu o retiro para seminaristas promovido pela Comunidade Católica Shalom como um “Kairós”. O encontro veio em sua vida no “tempo certo”, no “tempo de Deus”. O jovem aspirante ao sacerdócio cursa o segundo ano de Filosofia na Diocese de Garanhuns, em Pernambuco. “Fiquei sabendo do retiro por um amigo seminarista”, conta.

Jefferson Márcio e Moysés Azevedo.

Jefferson Márcio e Moysés Azevedo.

Ao final do encontro que foi realizado durante uma semana no Centro de Espiritualidade Santa Terea- Cest, em Fortaleza, Jefferson  assevera que “Valeu a pena” ter participado, e explica o motivo: “Deus, das nossas misérias faz um trono para a sua Misericórdia”. O jovem ainda conta que chamou sua atenção no retiro ” a radicalidade dos pregadores”, no sentido de ensinar aquilo que está na raiz de nossa fé e chamado.

Seminaristas e equipe de serviço do retiro.

Seminaristas e equipe de serviço do retiro.

Jefferson aproveitou a viagem para conhecer a Diaconia Geral, sede do Governo Geral da instituição que nasceu em Fortaleza e neste dia 9 de julho completa 34 anos de fundação. O próximo retiro para seminaristas acontecerá de 3 a 7 de julho de 2017 e conta com a aprovação do estudante de filosofia. “Recomendadíssimo”, avalia.

Padre Dênys Lima. Foto: Joca de Deus é Pai.

Padre Dênys Lima. Foto: Joca de Deus é Pai.

Padre Dênys Lima coordenou o retiro. O sacerdote é missionário do Shalom desde 1997 e serve atualmente no Setor dos Sacerdotes e Seminaristas da instituição. “É muito bonito ver o que a Graça de Deus pode fazer, por meio da oração, na vida destes jovens eleitos”. Padre Dênys explica que o objetivo é proporcionar aos seminaristas diocesanos e religiosos uma experiência renovada com Deus e aprofundamento em aspectos importantes neste tempo de formação rumo ao sacerdócio.

O retiro contou com a Moysés Azevedo, Fundador do Shalom e membro consultor do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, Dicastério da Sé Romana. Moysés pregou sobre a importância da vida de oração. Destacou a primazia que se deve dar à vida interior. “A vida de oração é iniciativa Divina, ela deve nos ajudar para nos tornarmos homens de Deus”. O fundador ainda falou sobre a  esponsalidade, perseverança e a necessária oferta de vida que deve fazer parte da vida de um padre e de um seminarista.

Seminaristas e equipe de serviço do Retiro.

Seminaristas e equipe de serviço do Retiro.

A Cofundadora do Shalom, Maria Emmir Nogueira, falou sobre a importância do processo de  cura interior na vida de um eleito por Deus para o sacerdócio. “O verdadeiro processo de cura interior visa à cruz e não o bem estar. Diz respeito a uma profunda experiência de esvaziamento”. A pregadora ainda exortou:”Deus cura, mas é preciso que demos passos concretos para não voltarmos aos vícios de antigamente”.

 

Mais imagens

Confira álbum completo na página Joca de Deus é Pai

Recomendado para você