Ancoradouro

Campanha celebra vitória de Cristiano Ronaldo sobre o aborto

1518 4

Pela quarta vez, Cristiano Ronaldo consagra-se como o melhor jogador do mundo de 2016. O craque confirmou as expectativas, venceu Messi e Griezmann na premiação que foi entregue nesta segunda-feira, dia 9, em Zurique, na Suiça.

 

https://soundcloud.com/user2353274/deixe-nosso-craque-nascer

O Movimento pela Vida e Cidadania- Movida lançou em homenagem ao craque a campanha, “Deixem nossos campeões nascerem”. O motivo é especial, a primeira vitória de Cristiano Ronaldo foi conquistada quando ele ainda era um bebê no ventre de sua mãe. Como a própria  genitora do craque revelou na  biografia “Mãe Coragem”, Cristiano sofreu uma dura tentativa de aborto: “quis abortar, mas o médico não me apoiou na decisão”. Os motivos cogitados por Dolores foram sua idade avançada  e três filhos que já tinha para criar.

A mãe de Cristiano Ronaldo comemora a vitória do filho.

A mãe de Cristiano Ronaldo comemora a vitória do filho.

Mesmo com a negativa do médico que honrou o juramento de defender a vida, a mãe tentou uma técnica caseira para matar o bebê. Bebeu cerveja preta quente e correu até a exaustão. Não foi o suficiente. Cristiano Ronaldo nasceu sem sequelas e se tornou um campeão. Na ocasião do lançamento da biografia  o craque brincou: “Vê lá tu, mãe, querias abortar de mim e sou eu que sustento esta casa toda”. 

A peça em defesa da vida e contra a morte realizada através do aborto foi desenvolvida pela Delantero Comunicação, umas das agências mais criativas e premiadas do país. O áudio que se multiplicou em várias plataformas traz a simulação da entrega do prêmio de melhor jogador do mundo. Em seguida a tocante mensagem: “por muito pouco Cristiano Ronaldo não foi abortado e aí nunca teríamos visto seus gols e lances incríveis. Faça como a mãe de Cristiano, deixem nossos campeões nascerem. Movida: diga sim à vida”. 

Marcel Pinheiro, Diretor de Criação da Delantero, comenta para o blog sobre a peça. “Obviamente que o valor da vida não pode ser medido pelo seu possível sucesso profissional ou pessoal. A vida vale por si. Mas é evidente que, quando uma pessoa famosa revela que por pouco não foi abortado, a reflexão é quase imediata. Estamos marcando nossos talentos”.

Recomendado para você