Ancoradouro

Depois de vídeo do Instituto Luisa Mell, frei sofre ataques na internet

650 1

Ativista vegana Luisa Mell lançou uma cruzada para retirar do Zoológico de Canindé os ursos Dimas e Kátia.  Os animais foram resgatados de um circo,  onde sofriam maus tratos e encaminhados pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente – Semace para o local administrado pelo Santuário de São Francisco.

Ursos estão bem segundo a Semace, mas não segundo a Luisa Mell.

Em  vídeo, Luisa Mell alega que os ursos não podem ficar no Ceará por conta do clima quente. A ativista faz pedido de doações em dinheiro para o resgate dos animais.

Depois da denúncia, a visita técnica da Semace emitiu parecer favorável ao local do abrigo dos animais.

 

Depois do vídeo da ativista, haters (odiadores) passaram a atacar Frei Marconi, reitor Santuário de Canindé, responsável pelo Zoológico. Em nota o Santuário lamentou a atitude de Luisa Mell.

Frei Marconi está sendo vítima de odiadores da internet depois de vídeo de Luisa Mell.

“O Instituto Luisa Mell promove uma campanha de ‘resgate’ dos ursos do Zoológico São Francisco denegrindo e difamando a imagem do Santuário de São Francisco das Chagas, dos frades franciscanos e da Igreja, incitando pelas redes sociais uma campanha de ódio e de preconceito até pela nossa condição de nordestinos“, lia-se em um trecho da nota.

Mell disse que vai recorrer à justiça, à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB e até ao Papa Francisco.

Recomendado para você