Ancoradouro

Atriz Isis Valverde lamenta morte de menino Rhuan, feministas criticam

Rhuan tinha 9 anos. Foi sequestrado, castrado, assassinado com dez facadas, decapitado vivo, queimado e esquartejado. Autoras da barbaridade: a mãe e sua companheira. A tragédia não obteve repercussão na grande mídia, formou-se um espiral de silêncio em torno do caso. A atriz Isis Valverde lamentou a morte da criança em seu perfil no Instagram, atitude que foi criticada pelas feministas.

Imagem despertou a ira das feministas que nada disseram sobre a morte da criança.

“ Passei dias com um aperto no peito sem conseguir falar sobre o assunto. Me feriu a alma ler e escutar aqueles dois monstros falando sobre como massacraram esta criança com a maior frieza do mundo! […] Tive pesadelos envolvendo a história e hoje decidi escrever aqui uma homenagem a esta criança linda, que não escolheu nascer, não escolheu morrer, que não escolheu NADA. Espero que a justiça seja feita nos céus e na terra, afinal, nem um animal irracional mata sua cria”, escreveu a atriz.

Mãe e companheira que assassinaram Rhuan. “Monstros”, segundo Isis.

Nos stories, Isis fez duas publicações, uma delas com uma imagem do feminismo com uma criança massacrada , foi o suficiente para enfurecer os Haters, que nada comentaram sobre a barbaridade contra a crianças, mas apenas atacaram a atriz. Para evitar confusões, a postagem foi retiradas antes das 24 horas. Isis manteve a publicação do feed que já obteve quase meio milhão de likes.

https://www.instagram.com/p/BysZ32whNWE/?utm_source=ig_web_copy_link

 

Recomendado para você