Ancoradouro

Padres ganham processo contra SBT e apresentador

Um processo que se arrastava desde 1999 teve seu desfecho agora. A causa foi movida por dois padres contra o Sistema Brasileiro de Televisão – SBT e o apresentador Ratinho. Naquele ano, Ratinho exibiu em seu programa uma reportagem dizendo que uma moradora da cidade de Astorga, no Paraná, havia deixado o marido para viver com o padre que celebrar seu casamento.

Apresentador exibiu material que denegriu a imagem de dois sacerdotes, ao vivo, em seu programa, em 1999.

A matéria foi exibida ao vivo e apresentou outro padre da mesma cidade. Os dois sacerdotes processaram o SBT e Ratinho. A decisão levou em conta “a imprudência dos apelantes ao transmitir ao vivo matéria ofensiva à honra dos apelados, o sofrimento ocasionado às vítimas e a repercussão em cadeia nacional de televisão, em horário nobre”, diz a decisão do ministro. A emissora e o apresentador terão de pagar uma indenização de R$200.000,00 às vítimas.

Recomendado para você