Ancoradouro

“Fogaça desrespeita a Fé Católica”: saiba o que aconteceu passo a passo

2344 3

Henrique Fogaça é chef de cozinha proprietário dos restaurantes Sal Gastronomia, Cão Veio, Jamile e Sal Grosso e jurado do MasterChef, edição brasileira. O cozinheiro protagonizou um episódio de desrespeito à Fé Católica que teve vários desdobramentos. O Ancoradouro refaz o caminho do acontecido. Acompanhe:

Henrique Fogaça excluiu a postagem.

Fogaça no Vaticano (Stories)

Em uma viagem de trabalho a Roma, o chef publicou  stories no Vaticano fazendo  críticas à Igreja Católica. Trajando  camiseta estampada por  duas mulheres vestidas de freiras se beijando na boca. “Hoje é dia se confessar aqui com o Papa, será se ele vai me redimir?”, questiona Fogaça. Na imagem seguinte, o jurado apresenta o interior de uma Igreja Romana e mira a câmera para um cofre de ofertas. “O Papa do século dez  [palavrão]  ainda estão dando oferta para ele [palavrão]…E o povo morrendo na rua, como faz?”, ironiza.

As imagens seguintes são do cozinheiro passeando no Vaticano, onde passa a dizer um sermão moralista: “Tudo que é demais…O fanatismo corrompe as pessoas, quem não tem a cabeça boa entra de cabeça na religião, no fanatismo e…Deixa tudo, seu salário para esse império milionário aqui“, finaliza mirando no patrimônio arquitetônico do Vaticano.

Fogaça no Vaticano (Feed)

No feed, Henrique Fogaça publicou uma foto ladeado por duas religiosas brasileiras  que o reconheceram da TV, acompanhada da legenda: “Pedindo a bênção. ‘Orai por nós’, ‘Prega per noi’, ‘Pray for us’”, seguida das tags “blasfêmia”, “o choro é livre” e “[palavrão] hipocrisia”.

Público negativou Fogaça

A atitude do cozinheiro foi rechaçada em massa nas redes sociais, até por quem se dizia sem credo. Foi tão negativa a repercussão que o jurado do MasterChef excluiu a postagem substituindo-a por uma série de publicações onde fala sobre sua família, projetos sociais que ajuda e o filha especial.

A saraivada de críticas continuou. Foi quando Fogaça publicou um vídeo pedindo desculpas aos católicos, mas teve gente que não aprovou a forma como foi feito. Padre Fábio de Melo religioso dos  mais influentes  no ciberespaço foi um deles. “usar a imagem de duas pessoas que lhe dedicaram gentileza, expondo-as ao ridículo, colocando-as como coadjuvante de seu protesto está longe de ser uma atitude de ‘pessoa do bem'”, defendeu.

Quem também se pronunciou foi o Padre Gabriel Vila Verde, conhecido pela defesa à Fé Católica nas redes sociais.  “Ir ao Vaticano com esta camisa, e ainda tirar foto com as religiosas que, sem dúvida, não perceberam a estampa da camisa. Qual a necessidade disso? Porque afrontar gratuitamente a Igreja? Seria a vontade excessiva de “lacrar” ??? A Igreja sempre apanhou e vai continuar apanhando do mundo, mas o mundo nunca terá o meu silêncio em relação a estas perseguições e afrontas”.

Band se pronuncia sobre o caso 

Jurado pode receber punição da Band.

A Band, emissora onde o jurado trabalha no Programa MasterChef, edição brasileira, se pronunciou em nota. “O Grupo Bandeirantes tomou conhecimento das declarações proferidas pelo chef Henrique Fogaça nas redes sociais. Referidas declarações, feitas no âmbito das redes sociais do chef, não expressam, de forma alguma, a posição da Band”. A emissora garantiu analisar o caso apuradamente. “Ainda que referidas manifestações tenham ocorrido fora da programação e no âmbito da vida pessoal do chef Henrique Fogaça, a Band irá analisar o caso, com profundidade, depois de ouvi-lo”. O Programa vai ao ar aos domingos, não se sabe até o momento se o jurado participará deste próximo programa, depois da polêmica.

Padre Juarez classifica reação dos cristãos como “tempestade em copo d’água”

Padre Juarez de Castro classificou como tempestade em copo d’água a repercussão dos cristãos ao jurado. “Sabe o que mais me estranha? É a maneira odiosa de os que se dizem cristãos estão em relação a ele. Peraí…Tudo bem…Fez um gesto de mau gosto? De repente quis fazer uma brincadeira ? Ele já se desculpou, Ele já disse que não era intenção. Agora, uma sanha odiosa dos cristãos contra ele? Que é isso? Acabamos falar de perdão, de misericórdia. Será se os cristãos não terão misericórdia com ele?”, questiona o padre, finalizando o vídeo de forma irônica aos críticos da postura de Fogaça: “Ele tem que ser queimado no tribunal? Ele tem que ir para a fogueira?”.

https://www.instagram.com/p/BzgPMBFBQOf/?utm_source=ig_web_copy_link

Recomendado para você