Ancoradouro

Padre Fábio de Melo critica “saidinha” da prisão de Nardoni

7122 6

Padre Fábio de Melo se uniu ao coro de milhõe de brasileiros contrários  à lei que permite a “saidinha” da prisão de criminosos. A repercussão se deu  após o sacerdote criticar a liberação de Alexandre Nardoni pela justiça, para comemorar o Dia dos Pais. Nardoni   foi preso acusado de assassinar a  própria filha em um caso que comoveu o país.

Acusado de matar a própria filha, Nardoni ganha da justiça privilégio para passar Dia dos Pais fora da prisão.

Na opinião do padre, publicada em seu perfil no Twitter,  “a saidinha deveria ser permitida somente no dia de finados. Para que visitassem os túmulos dos que eles mataram”. O comentário foi o suficiente para atiçar a sanha dos justiceiros e problematizadores da internet.

Ao ser questionado pelos odiadores da internet, o padre manteve sua opinião  e  embasou. Entretanto, deu a entender que não permaneceria mais nesta rede social, o que não foi confirmado.

Padre Fábio de Melo fez coro à opinião dos milhões de brasileiros contrários à lei que permite a saidinha.

O nome do padre foi alçado ao topo dos assuntos mais comentados na rede azul. Quem se posicionou contra a opinião do sacerdote foi a militante pró-aborto, dra. Débora Diniz, defensora da “saidinhas” da prisão, “como parte de um calendário de retorno à vida social”.

Padre Fábio de Melo não se intimidou diante do barulho dos odiadores. “É o grupinho da discordância, resultado nefasto da era da problematização “, definiu o sacerdote que também é escritor e filósofo.

O sacerdote é conhecido pelas postagens bem humoradas e tiradas sarcástica, mas não agrada aos “politicamente corretos”  quando traz um tema social como este que possui ampla concorrência da população.

Confira alguns tweets de Padre Fábio de Melo.

https://twitter.com/pefabiodemelo/status/1159820929364635653?s=19

Recomendado para você