Artesanato da Mente

Qual é o sentido da vida?

4740 11

contemplar a vida

Esta é uma pergunta que jamais ninguém terá uma resposta definitiva. Ela é tão ampla e multifacetada que seria muita arrogância dizer que existe uma resposta exata.

 Inclusive, para a mesma pessoa, ela muda completamente a resposta com o passar do tempo. Perceba! Faça essa pergunta a uma criança? Depois faça a um adolescente? A um adulto jovem? A um senhor idoso? A resposta sempre será diferente.

 Eu mesmo, fico impressionado no quanto minha vida deu imensas reviravoltas e meu sentido de vida mudou.

 Para refletirmos sobre isso, compartilho algumas sábias palavras do mestre Rubem Alves, extraídas do livro “O que é religião?”.

 “Mas o que é isso, o sentido da vida?

 O sentido da vida é algo que se experimenta emocionalmente, sem que se saiba explicar ou justificar. Não é algo que se construa, mas algo que ocorrre de forma inesperada e não preparada, como uma brisa suave que nos atinge, sem que saibamos donde vem nem para onde vai, e que experimentamos como uma intensificação da vontade de viver ao ponto de nos dar coragem para morrer, se necessário for, por aquelas coisas que dão à vida o seu sentido.

É uma transformação de nossa visão de mundo, na qual as coisas se integram como em uma melodia, o que nos faz sentir reconciliados com o universo ao nosso redor, possuídos de um sentimento oceânico, na poética expressão de Romain Rolland, sensação inefável de eternidade e infinitude, de comunhão com algo que nos transcende, envolve e embala, como se fosse um útero materno de dimensões cósmicas.

 “Ver um mundo em um grão de areia/ e um céu numa flor silvestre/ segurar o infinito na palma da mão/ e a eternidade em uma hora” (Blake)

O sentido da vida é um sentimento.”

Achei lindas suas palavras tão simples para falar sobre o que nós complicamos tanto, o sentido da vida.

Eu penso como ele. O sentido da vida está na própria vida, na magia dos momentos, na alegria de estar com pessoas queridas, no amor da família, dos pais, do namorado (a), marido, esposa…

Não precisamos buscar o sentido da vida lendo sobre extraterrestres, nem fazendo sacrifícios religiosos, nem nada fora de nós mesmos. Ele está em nós, no nosso coração, no aqui e agora. Simples assim.

Amanhã terei um sentido diferente do de hoje! Daqui a dez anos será completamente diferente do que tenho hoje. Pra que buscar um sentido exato para algo que sempre será inexato? Não faz o menor sentido.

Para concluir, deixo as palavras que nunca canso de repetir. Ame! Seja amor. Viva a sua vida com amor, a si mesmo, ao próximo, a Deus e a natureza.

Assim você encontrará o sentido da vida, o SEU sentido da vida…

* Sugestões de leitura

Sentido pleno

A vida tem sentido?

Recomendado para você