Artesanato da Mente

Torne-se um homem ou uma mulher de autoconhecimento

480 3

cap420

Vou fazer uma breve reflexão sobre a LIBERDADE, a partir das sábias palavras do místico oriental Osho. Infelizmente, vivemos em uma sociedade na qual a maior parte das pessoas é escrava e nem sequer consegue vislumbrar que a vida pode ser diferente e pode até se transformar em um mar de rosas se elas fizerem escolhas mais conscientes na vida, escolhas estas feitas no amor e na liberdade.

Leia suas palavras com bastante atenção…

“Um Homem com autoconhecimento não pode ser um Escravo, e não consegue fazer dos outros escravos. Não se consegue oprimir um Homem com Sabedoria, e um Homem Sábio não consegue oprimir ninguém. Não se consegue dominá-lo e ele não dominará. A Dominação simplesmente desaparece dessa dimensão. Tu não o consegues possuir e ele não consegue possuir ninguém. Ele será livre e ajudará outros a serem livres. Esta é uma dificuldade mais profunda do que a primeira. Tu consegues evitar a Sociedade, mas como é que vais conseguir evitar o teu próprio ego? Tu tens medo — porque um Homem Sábio simplesmente não pensa em termos de possessão, dominação, poder. Ele é inocente, tal como uma Criança. Ele gostaria de viver totalmente livre, e gostaria que os outros vivessem também totalmente livres.

Esse Homem será a Liberdade aqui e num Mundo de escravidão. Não gostarias tu de não ser explorado? Sim, dirás tu, tu não gostarias de ser explorado. Não gostarias tu de não ser um prisioneiro? Sim, tu gostarias de não ser prisioneiro. Mas também gostarias da situação inversa: fazer de alguém prisioneiro? Não dominar, não oprimir e explorar? Não matar o espírito, não transformar uma Pessoa numa coisa? Essa é a dificuldade.

E lembrem-se: se querem dominar, serão dominados. Se querem explorar, serão explorados. Se querem que mais alguém seja um escravo teu, tu vais ser escravizado. 
São dois lados da mesma moeda. Essa é a dificuldade do autoconhecimento, de outro modo, o autoconhecimento devia ser a coisa mais simples, a mais fácil. Não deveria haver qualquer necessidade de fazer quaisquer esforços.”

Osho

***********

É impossível para mim ler estas palavras e não lembrar os grandes mestres que a humanidade já teve como Jesus, Buda, Krishna, Lao Tzu, Confúcio, Yogananda etc. todos eles nos ensinaram o caminho do amor e da liberdade, para que deixemos de ser escravos e vivamos plenamente felizes e realizados.

O Osho nos fala sobre se tornar um homem de autoconhecimento. Para se tornar esse homem evoluído, o caminho é difícil, eu sei disso, mas sabe de uma coisa? A sabedoria suprema mora na simplicidade, e sempre irei repetir isso, até que você consiga de fato se dar conta dessa verdade…

Se você parar um pouquinho para estudar os grandes mestres, perceberá que todos eles eram simples e serenos. Eles não queriam servos, eles queriam o contrário, SERVIR. Eles não se sentiam superiores a ninguém, na realidade eles exaltavam os menores, como bem fazia Jesus ao dizer: “O reino é céus é alcançado por aqueles que são como crianças…”. A simplicidade! Percebe?

Lendo essas sábias palavras, me veio em mente a simbólica e maravilhosa história do MITO DA CAVERNA, que retrata com perfeição essa relação de escravidão. Aqueles que são sábios não fazem de ninguém um escravo, pelo contrário, instigam a também se libertar. É isso que acontece nesse mito cheio de reflexões profundas. Nele, o rapaz que se libertou da caverna é esse SÁBIO, que sai em busca da verdade e acaba encontrando a sua verdade. Depois ele volta para a caverna para tentar levar essa luz para seus amigos que estão acorrentados, mas eles não lhe escutam, na realidade eles ficam é irritados e lhe chamando de louco.

Esse homem sábio que se libertou da caverna pode ser levado para Jesus e todos os grandes mestres. Veja só a comparação com o mestre Jesus! Ele dizia: “Venham a mim todos vós que estais cansados e fatigados e eu vos aliviarei…” ou “O reino dos céus está dentro de vós…”. Essas eram maneiras de dizer: “Saiam de suas cavernas e se libertem!”. Mas o que os judeus fizeram? Gritaram em uníssono: “Crucifica! Crucifica!”.

Pois é! Foi assim com Jesus, com Sócrates, com o próprio Osho e com muitos outros seres iluminados.

Se quiser ler um pouco mais sobre o mito da caverna, compartilho abaixo outro texto que escrevi inspirado nas suas ideias.

Mamãe aqui tá mais escuro

Há muito mais a ser falado sobre esse texto do Osho e suas mensagens, mas deixarei as reflexões com você.

Lembre-se, seja como uma criança, guarde no mais íntimo do seu coração essa pureza de alma, desta forma você aguçará sua intuição e saberá encontrar esse caminho de volta para casa, esse caminho do amor e da liberdade. Desta forma, certamente você deixará de ser um escravo, se tornará um homem de autoconhecimento e ainda poderá ajudar muitos outros a encontrarem esse caminho também.

Para concluir, compartilho um texto que escrevi tempos atrás falando de algumas posturas e mudanças que tive ao longo da minha vida que me ajudaram a deixar de ser um escravo. Vale a pena sua leitura, quem sabe ela lhe traga um insight que esteja faltando para você saltar para a outra margem…

Sucesso na sua caminhada!

Como deixar de ser um escravo?

Recomendado para você